Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / O Brasil de luto

Famosos lamentam incêndio no Museu Nacional

A Instituição tinha 200 anos de história e foi residência da família real

CARAS Digital Publicado em 03/09/2018, às 14h20 - Atualizado às 16h02

Milena Toscano e Sophia Valverde - Reprodução / Instagram / TV Globo
Milena Toscano e Sophia Valverde - Reprodução / Instagram / TV Globo

Após a destruição do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, no domingo, 2, causado por um incêndio  de grande proporção, a população brasileira se manifestou com tamanha tristeza e revolta pelo ocorrido. 

O local histórico, que tinha 200 anos de história, abrigava cerca de 20 milhões de itens que foram totalmente destruídos. 

Se solidarizando com a situação, famosos como Bruna Marquezine, Eliana, Marisa Monte, Marcio Garcia, Edson Celulari, Isis Valverde, entre outros, se uniram lamentando a perda de fósseis, múmias, registros históricos e obras de arte. 

De Veneza, a namorada de Neymar Jr. abriu o coração e protestou chamando a atenção pela negligência. "Tragédia sem precedentes, mas também tragédia anunciada. Fruto do descaso e da negligência do nosso governo. Uma perda imensurável pra história e pra ciência do nosso país"

A cantora dos Tribalistas, sempre ativa quando o assunto é questões sociais, dividiu com os seguidores seu apego pelo local histórico. "Estive com meu filho no Museu Nacional há pouco mais de dois meses. Somos apaixonados por História do Brasil. Ontem, ao ver a cena do incêndio, senti que quem estava pegando fogo éramos nós [...] Muito triste estarmos tão atrasados e perdermos de uma forma tão devastadora parte do nosso passado", escreveu ela. 

Flávio Cantotambém não deixou de expor seu pensamento e destacou: "Triste fim de um pedaço de todos nós"

Já a apresentadora do Programa da Eliana resgatou o peso que o ambiente histórico tinha para o país. "Era lindo, repleto de história do Brasil e do mundo, reunia pesquisas valiosas e um acervo que ia desde fósseis gigantes a peças da primeira civilização do mundo, o Egito. Estava há anos sem manutenção. Mais uma vez os nossos “comandantes” não deram prioridade para a cultura do nosso país. Havia uma previsão de restauração, mas não deu tempo. Hoje um incêndio destruiu essa preciosidade do nosso Brasil, da nossa história. Que pena", disse a loira. 

Entre hashtags de luto, o apresentador do Tamanho Família destacou o ocorrido como uma grande perda: "Sim, estamos sempre sujeitos a perder até mesmo o que parece que não nos pode ser tirado"

"Uma perda irreparável para a nossa história. Até quando esse abandono cultural vai nos devorar? Triste domingo de 2 de setembro", declarou o ex-marido de Cláudia Raia.

Grávida de Rael, a atriz global fez questão de deixar seu recado. "Meu Deus, tristeza para todos nós!".

A funkeiraLudmillatambém demonstrou-se solidária a tragédia. "Já pensou que nossos filhos nunca mais vão ver de pertinho o que tinha lá? É um pedaço da nossa história que nunca mais vai voltar. A gente precisa preservar o nosso passado!", destacou a cantora.