Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Polêmica!

Ex-Panicat acusa Pânico na TV judicialmente de assédio moral e questões trabalhistas

Modelo revelou que a indenização do processo começa em R$300 mil

CARAS Digital Publicado em 26/03/2019, às 17h34 - Atualizado às 17h39

Modelo abriu o jogo sobre situações constrangedoras que viveu na atração - Reprodução/Instagram
Modelo abriu o jogo sobre situações constrangedoras que viveu na atração - Reprodução/Instagram

Nesta terça-feira, 26, Carol Dias abriu o jogo sobre uma grande polêmica! A ex-Panicat bateu um papo com os apresentadores do Fofocalizando, atração vespertina do SBT, que noticiou uma decisão da modelo. Segundo o programa, a beldade entrou com um processo contra o programa Pânico na TV, entre os principais motivos estão situações de assédio moral e questões trabalhistas, tendo em vista o fato dela ser registrada em carteira pela emissora.

Abrindo o coração sobre as situações complicadas que viveu na atração humorística, Carol revelou que o valor cobrado inicialmente é de R$300 mil. Além disso, ela contou que muitas das situações que o público citava como ‘armada’ não eram como pareciam e, neste instante, elas não haviam escolhas a não ser realizar os desafios para a gravação do programa.

“Muitas vezes que as pessoas viam na TV e falavam que as situações eram armadas. Algumas eram, mas a gente tinha que fazer muitas outras coisas que não eram armadas e não tínhamos opções. Nos últimos anos eu pedia para rever a minha posição no programa e nunca fui atendida. Uma vez fui gravar uma externa e uma das meninas me perguntou se eu namorava. Eu falei que sim e um diretor de externa respondeu: ‘Ela não namora. Ela tem cliente’, dando a entender que a gente fazia programa. Era humilhante. Eu tive que ficar quieta ao redor de inúmeras pessoas”, disse a morena.

Depois de chocar a todos com a situação humilhante que vivenciou, ela ainda contou que chegou a ser descartada do programa devido ao seu porte físico, o que acabou ocasionando um grande trauma em sua vida. Para superar o mesmo, a estrela disse que recorreu ao uso de remédios para se controlar psicologicamente.

“Eu estava cheinha e tive que escutar de uma diretora: 'Cartão vermelho pra você, você está gorda'. A mesma foi quem pediu meu maiô após uma gravação, dizendo que era uma solicitação dos diretores", revelou ela.

Por fim, a ex-Panicat ainda comentou sobre sua relação com o apresentador do humorístico, Emílio Surita. Por mais que tivesse passado por instantes constrangedores, a coach contou que o rapaz nunca teve nenhum tipo de atitude negativa com ela.

"Ele era super educado, mas sempre foi um cara resguardado, me tratava bem", pontuou Carol.