Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

A energia que impele o ator Claudio Lins

Em casa, o apoio e a inspiração para o artista viver novos desafios

CARAS Publicado em 16/10/2015, às 14h21 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

O ator, que brilhou em Babilônia, brinca com a mulher, Alexandra, o filho, Mariano, e a yorkshire Tulipa. - CADU PILOTTO
O ator, que brilhou em Babilônia, brinca com a mulher, Alexandra, o filho, Mariano, e a yorkshire Tulipa. - CADU PILOTTO

Mesmo completamente envolvido com o musical O Beijo no Asfalto, em cartaz no Rio, Claudio Lins (42) tem fôlego de sobra quando chega em casa. Feliz, o ator entrega-se às brincadeiras com seu filho, Mariano (3), um garotinho cheio de personalidade. É nesse momento que o personagem Arandir, da obra do dramaturgo Nelson Rodrigues (1912– 1980), sai de cena e Claudio passa a dar vida ao super-herói Homem de Ferro. “Em alguns momentos, parece que o mundo lá fora não existe para mim”, afirma ele, que atuou em Babilônia, finalizada em agosto, na qual fez sucesso ao viver o namorado do personagem deMarcello Melo Jr. (27).

A empresária Alexandra Di Calafiori (45), mulher do ator, empolga-se com a harmonia familiar. “A felicidade do Claudio com a realização do musical supera seu cansaço físico. E, aqui em casa, ele se energiza. Ajudamos no aspecto do estofo emocional para que siga tranquilo”, enaltece ela, carregando no colo a yorkshire Tulipa, de 15 anos.

Mas o trabalho do artista, filho da atriz Lucinha Lins (62) com o cantor e compositor Ivan Lins (70), não fica totalmente da porta para fora. Em uma das reformas do endereço, ele montou um estúdio para compor. Porém, normalmente, essa atividade é realizada à noite, quando o menino dorme. “Às vezes, Mariano bate à porta, quer pegar o microfone e interagir”, conta o pai. “Quando acordamos, tem música fresquinha que ele acabou de compor”, acrescenta a empresária, sem planos para aumentar a família. “Nosso filho foi planejado, veio de um processo de fertilização”, justificou ela.

Claudio, o que significa trabalhar nesse musical?
Claudio – Posso dizer que nunca mais deixo de produzir teatro. Mal estreei o espetáculo e já quero pensar no próximo. É a oportunidade para escolher o papel que se deseja interpretar.

Alexandra – O Beijo no Asfalto é um projeto que estava na cabeça do Claudio há cerca de seis anos. Com isso, entrei nessa história torcendo bastante por ele.

Como começou a história de amor de vocês?
Claudio – Alexandra conta que a primeira vez em que me viu foi na novela História de Amor, de 1995. Dizia que teria algo comigo. Estamos juntos há 12 anos.

Alexandra – É verdade. E quando nos conhecemos, nos aproximamos muito devagar e encaixou. Por mais que tenhamos profissões diferentes, estou tão inserida na vida do Claudio que eu me sinto parte integrante desse universo dele.

Você tem um forte DNA musical. Como é a relação com seus pais nesse aspecto?
Claudio – Sim, tenho esse privilégio. E eles criticam sempre meu trabalho. Meu pai não costuma passar a mão na minha cabeça, não.

Primeiro decidiu investir na sua profissão para depois pensar em ter um filho?
Claudio – Nosso planejamento familiar deu-se também pelo tempo do relacionamento que tínhamos. Foi uma momento maduro da relação. Para falar a verdade, fisicamente eu adoraria ter dez anos a menos, porque ter filho é um tranco.

Alexandra – Eu tinha dificuldade para engravidar. Acabei fazendo um tratamento de quatro anos. Por isso demorou.