Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Elisa Veeck, ex-Chiquititas, comemora boa fase como apresentadora

Após 20 anos desde a primeira versão da novela infantil, a jornalista relembra época como atriz

Letícia Santiago Publicado em 23/06/2017, às 11h21

Elisa Veeck - Divulgação
Elisa Veeck - Divulgação

A novela Chiquititas estreou na tela do SBT em 1997 e até hoje é lembrada por fãs que cresceram assistindo a trama. Aos 29 anos, Elisa Veeck fala sobre o tempo em que interpretou a personagem Fran na novela infantil e conta que ainda é reconhecida pelo papel que viveu há 20 anos."Reconhecem, especialmente na internet e são sempre muito carinhosos", disse ela.

Em 2010, Elisa começou a apresentar um programa no canal Band Sports e conheceu sua paixão profissional: o jornalismo. "Foi ali que eu me apaixonei e decidi estudar para me tornar jornalista. Mas, apesar de trabalhar, na época, com esporte de aventura, eu já sentia muita vontade de trabalhar em redação, em bancada de jornal. Com o passar dos anos, fui me dedicando para que isso pudesse se concretizar", relata Elisa que atualmente apresenta o telejornal Link Vanguarda na TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo.

Mesmo seguindo outra carreira, a jornalista guarda boas lembranças do tempo em que atuou em Chiquititas e se diverte ao lembrar que já passaram 20 anos: "Minha nossa, tô velha! (risos). Tenho lembranças maravilhosas daquela época... Eu era uma criança trabalhando na TV, morando na Argentina, vivendo com um monte de outras crianças, aprendendo outra cultura", recorda Elisa que ainda detalha como era sua rotina na época. "Era um sonho. E muito trabalhoso também, claro! Estudava, gravava, fazia shows, ensaiava, fazia provas no colégio, vinha ao Brasil fazer os programas do SBT. Tudo isso aos 10 anos de idade. Fiquei três anos na novela".

Recentemente Elisa foi premiada na 12ª edição do Troféu Mulher Imprensa, uma iniciativa da Revista e Portal Imprensa, onde concorreu com Renata Vasconcellos, Maria Beltrão, Renata Lo Prete e Sandra Annenberg. "Desde que entrei na Vanguarda, sempre tive liberdade para ser o mais natural possível ao apresentar o jornal. Penso que a comunicação está passando por uma transformação intensa, uma busca pela linguagem mais solta. Me parece que todos esses fatores ajudaram na indicação ao prêmio", pontua Elisa.
Elisa Veeck