Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Elba Ramalho conta que está há dois anos sem namorar

Em entrevista ao De Frente Com Gabi, Elba Ramalho diz que está sozinha há dois anos, fala sobre a luta que enfrentou contra um câncer e fala sobre aborto: ''Meu posicionamento é a favor da vida''

CARAS Digital Publicado em 30/01/2014, às 15h55 - Atualizado em 03/07/2019, às 17h28

Elba Ramalho - Divulgação / SBT
Elba Ramalho - Divulgação / SBT

Elba Ramalho é a entrevistada do programa De Frente Com Gabi deste domingo, 2 de fevereiro. A cantora paraibana, que se projetou nacionalmente no final dos anos 70 ao participar do musical A Ópera do Malandro, hoje tem 32 discos gravados (com 6 milhões de cópias vendidas) e é detentora de dois Grammys Latinos, falou sobre sua vida pessoal e profissional durante a entrevista.

+ Elba Ramalho fala sobre aborto que fez no passado


"Meu primeiro despertar para a música foi como baterista de banda de rock.  Sou mais madura, mais serena, mas canto com a empolgação de como se fosse o primeiro show. Já entrei no palco com virose e 40 graus de febre", explicou a cantora, que procura seguir uma dieta saudável para manter a energia.

"Faz mais de 30 anos que não como carne vermelha", garantiu Elba, que também falou com franqueza sobre a luta que travou contra um câncer.  "Meu câncer era 90% hormonal e foi gerado pela reposição desordenada. Não fiz quimioterapia, fiz radio. Sei que não vou morrer disso, já está resolvido. Não tenho medo da morte, encaro isso com naturalidade", garantiu.

A cantora falou ainda que encara com naturalidade o fato de não ter um parceiro amoroso. "Estou há 2 anos sozinha e feliz. Um autoconhecimento que eu precisava. Se alguém chegar na minha vida, que chegue pisando leve, suave", afirmou.

Sem medo de polêmica, Elba, que já admitu publicamente ter feito um aborto, se posicionou sobre o tema polêmico. "Meu posicionamento é e sempre será a favor da vida", defendeu a cantora, que disse ter sentido na pele o preconceito. "Sofri muito preconceito quando comecei a cantar por parte dos críticos da época. Muitos depois vieram me pedir perdão", garantiu.

De Frente Com Gabi vai ao ar aos domingos, 0h, logo após o Programa Silvio Santos.