Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Ed Westwick, de 'Gossip Girl', é acusado de estupro por outra atriz

Segundo Aurélie Wynn, o ator a abusou em julho de 2014

CARAS Digital Publicado em 09/11/2017, às 11h35 - Atualizado em 16/07/2019, às 09h52

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ed Westwick - Getty Images
Ed Westwick - Getty Images

Ed Westwick, conhecido por viver Chuck Bass em 'Gossip Girl', foi acusado pela segunda vez de estuprar uma atriz.

Dessa vez o relato foi feito por Aurélie Wynn, que contou que foi violentada pelo ator em julho de 2014.

Em um desabafo no Facebook, ela revelou que foi convidada por uma amiga a dormir na casa de seu namorado que, na época, morava com Westwick.

"Eu disse não e ele me segurou, me deixando impotente sob seu peso", e continuou: "Eu estava vestindo uma roupa de banho, que ele rasgou. Fiquei em completo estado de choque".

Wynn ainda revelou que, na época, namorava Mark Salling, da série 'Glee', condenado à prisão por pornografia infantil. Ao contar para o então namorado, o ator teria terminado a relação e a culpado pelo estupro.

“Meus outros amigos disseram que era melhor não dizer nada, que ninguém ia acreditar em mim e que eu só ia querer meus dez segundos de fama”, 

Entenda o caso

No começo da semana, Ed foi acusado de estuprar Kristina Cohen há três anos.

Em um desabafo feito nas redes sociais, Cohen relembrou que estava em um encontro com um produtor, amigo de Ed e que ele a levou para a casa do ator. Cansada, ela disse que Ed surgiu que ela descansasse no quarto de hóspedes.

"Eu acabei cochilando e acordei abruptamente com Ed em cima de mim", e continuou: "Eu pedi para ele parar, mas ele era forte. Lutei contra ele o máximo que eu pude (...). Ele me segurou e me estuprou. Aquilo foi um pesadelo e os dias que se seguiram não foram melhores".

O produtor então colocou a culpa na atriz e disse que ela não poderia falar sobre o ocorrido. "E por muito tempo, acreditei nisso".

“Espero que meu depoimento possa ajudar a outras para saber que elas não estão sozinhas, que elas não se sintam culpadas, e que isso não é culpa delas. Espero que minha história e as outras histórias ajudem a reiniciar e a realinhar os ambientes tóxicos que têm criado esses monstros”, concluiu.

O ator usou as redes sociais na terça-feira (7) para afirmar que não conhece a Kristina. "Eu não conheço essa mulher. Eu nunca me obriguei de qualquer maneira, a qualquer mulher. Eu certamente nunca cometi estupro", escreveu.