Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

"É uma mudança grande para mim", diz Dan Stulbach sobre contrato com o 'CQC'

O apresentador substituirá Marcelo Tas na bancada do humorístico em 2015

CARAS Digital Publicado em 11/11/2014, às 14h07 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Dan Stulbach assina contrato com a Band para apresentar o CQC em 2015 - Band/Divulgação
Dan Stulbach assina contrato com a Band para apresentar o CQC em 2015 - Band/Divulgação

Dan Stulbach falou sobre o contrato que assinou com a Band nesta terça-feira, 11, para apresentar o CQC em 2015. Ele substituirá Marcelo Tas no comando da atração.

"É uma mudança grande para mim e representa a oportunidade de fazer algo diferente de tudo que fiz na vida. O CQC é um programa que eu gosto, porque acredito na mistura de jornalismo com humor.  Isso de alguma maneira é o futuro do jornalismo, principalmente para os mais jovens. Acho que essa fórmula deixa a informação mais leve e a torna mais acessível. Além disso, a informação com leveza, muitas vezes, acaba sendo mais profunda", contou Dan em comunicado.

"O CQC é um programa único que precisa de um apresentador único também. Não procurávamos um substituto para o Tas e sim alguém novo para uma nova etapa. O nome do Dan como âncora do programa surgiu porque ele reúne varias qualidades que buscávamos para essa função, fugindo do óbvio", explicou Diego Guebel, diretor geral de conteúdo da Band.

Dan também enxerga no CQC a possibilidade de transformar a sociedade com um toque de humor. "Quando comecei no teatro, a ideia principal era mudar as pessoas de algum jeito, contribuindo para transformar a sociedade. Acho que não tem jeito melhor de transformar a sociedade do que um programa como esse , além de divertir, é claro. Se você pode fazer as duas coisas, melhor ainda", completou.

Na semana passada, quando ainda negociava com Band para assumir o CQC, Dan conversou com a CARAS Digital e disse ser fã da atração. "Acho o programa bem legal", afirmou. O apresentador também contou que não tinha contrato em vigor com a Globo, onde chegou a apresentar no começo do ano o Encontro nas férias de Fátima Bernardes.