Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
TV / LUTO!

'É de Casa' conta com homenagem emocionante para Gugu Liberato

Apresentadores do programa da É de Casa, da TV Globo, homenageiam Gugu Liberato após falecimento

CARAS Digital Publicado em 23/11/2019, às 09h43 - Atualizado às 09h54

Zeca Camargo, Ana Furtado, Patrícia Poeta, Cissa Guimarães e André Marques se despedem de Gugu Liberato - Reprodução/TV Globo
Zeca Camargo, Ana Furtado, Patrícia Poeta, Cissa Guimarães e André Marques se despedem de Gugu Liberato - Reprodução/TV Globo

Na edição do programa É de Casa deste sábado, 23, o clima foi de despedida e homenagem ao apresentador Gugu Liberato, que faleceu em um acidente doméstico em Orlando.

Zeca Camargo,Cissa Guimararães ePatrícia Poeta disseram belas palavras sobre o comunicador que marcou a história da TV brasileira.

"Toda TV está triste. A morte do Gugu tira um pouco da nossa alegria, que ele mesmo levava às casas das pessoas. Era uma pessoa muito gentil, ariano como eu. Vai ser um fim de semana triste para o telespectador brasileiro. Ele partiu em paz e deixou esse rastro de alegria", disse Zeca Camargo.

Cissa relembrou a importância de Gugu na sua carreira e na televisão: "Fez parte da minha infância, sempre assisti ao Gugu. Em 1996, quando entrei na Globo, fui apresentar um game show no horário de quem? Gugu Liberato. Eu não tinha ele como concorrente, mas como um professor. Ele estava nos ensinando com o talento dele e acima de tudo a humanidade dele. Gostaria que ele tivesse sabido que foi muito importante para a minha carreira", disse ela.

A loira também ressaltou que não gosta de pensar nisso como uma perda: "Não gosto de falar 'eu perdi'. A gente ganhou Gugu Liberato no tempo que nos foi dado. Temos que desejar muita luz para essa nova vida dele. Todos os aplausos para o Gugu".

Já Patrícia, disse que não chegou a conhecer o jornalista, mas tinham amigos em comum: "A marca que ele deixa na televisão é que ele era um animador de mão cheia. No interior do Rio Grande do Sul eu já assistia ao Gugu. Ele passava verdade, alegria. Ele representa a coisa do brasileiro de correr atrás do sonho. Quando estava no palco ele se entregava para aquilo. Ele estava se divertindo, sentindo prazer".

VEJA A NOTA DE FALECIMENTO NA ÍNTEGRA:

Este é um momento que jamais imaginamos viver. Com profunda tristeza, familiares comunicam o falecimento do pai, irmão, filho, amigo, empresário, jornalista e apresentador Antônio Augusto Moraes Liberato (Gugu Liberato), aos 60 anos, em Orlando, Florida, Estados Unidos.

Nosso Gugu sempre viveu de maneira simples e alegre, cercado por seus familiares e extremamente dedicado aos filhos. E assim foi até o final da vida, ocorrida após um acidente caseiro.

Ele sofreu uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão. Foi prontamente socorrido pela equipe de resgate e admitido no Orlando Health Medical Center, onde permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva, acompanhado pela equipe médica local.

Na admissão deu entrada em escala de *Glasgow de 3 e os exames iniciais constataram sangramento intracraniano. Em virtude da gravidade neurológica, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação foi constatada a ausência de atividade cerebral. A morte encefálica foi confirmada pelo Prof. Dr. Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro chamado pela família, que após ver as imagens dos exames em detalhes, confirmou a irreversibilidade do quadro clínico diante de sua mãe Maria do Céu, dos irmãos Amandio Augusto e Aparecida Liberato, e da mãe de seus filhos, Rose Miriam Di Matteo.

Ainda não temos detalhes sobre o traslado para o Brasil. Informações sobre velório e sepultamento serão passadas assim que tudo estiver definido.
Ele deixa três filhos, João Augusto de 18 anos e as gêmeas Marina e Sophia de 15 anos.
Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos.
Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partida nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente. Fica a saudade, ficam as lembranças - que são muitas - e a certeza que Deus recebe agora um filho querido, e o céu ganha uma estrela que emana luz e paz. 

Familiares e funcionários 
São Paulo, 22 de novembro de 2019
* Escala Glasgow de 3 - usada para medir a consciência e a evolução das lesões cerebrais em um paciente.