Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
TV / Terror

Daniel de Oliveira relata experiência perturbadora: ''Assassinado com dois tiros nas costas''

O ator falou sobre esse momento bizarro que viveu

CARAS Digital Publicado em 11/12/2018, às 13h08 - Atualizado às 14h59

Daniel de Oliveira - Estevam Avellar/ TV Globo
Daniel de Oliveira - Estevam Avellar/ TV Globo

Daniel de Oliveira passou por uma experiência extremamente perturbadora para compor seu mais novo personagem, Stênio, no filme de terror Morto Não Fala, e abriu o jogo durante a Comic Con Experience 2018.

Questionado sobre como foi participar de uma temática tão diferente do que está acostumado, o ator explicou que embarcou com muita energia no projeto. "Me convidaram para fazer um filme de terror e eu pensei: 'Que legal, que incrível[...] É um filme de gênero superdiferente', e aceitei entrar nessa viagem", revelou. 

Ao relembrar as primeiras semanas de estudo de gravação, Daniel confessou que precisou entender melhor o universo em que estava entrando e foi até visitar um necrotério real. "Eu estava em Porto Alegre, a gente filma em Porto Alegre, e eu já estava em um necrotério com um cadáver na minha frente e o cara mostrando tudo para a gente", contou.

O artista ainda contou que descobriu durante essa pequena expedição inusitada, que o corpo que eles viram no estabelecimento pertencia a uma vítima de assassinato. "O cara tinha sido assassinado com dois tiros nas costas e um pegou na perna e o outro saiu por cima. De repente eu estava ali, de frente para esse cara, ouvindo toda a história dele", disse.  

A narrativa apresenta a história de Stênio, um plantonista noturno em um necrotério de uma cidade perigosa que possui o dom paranormal de falar com os mortos. Mas tudo foge do controle quando seu poder acaba colocando sua própria família em risco. 

Além de Daniel, Fabíula Nascimento e Bianca Comparato também integram o elenco da produção, que tem sua estreia prevista para abril de 2019