Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Cristiano relembra 'brigas' com Iranete e Izabel no MasterChef 2015: "Não sei ser político"

"Não quero o mal de ninguém. Também não quero a amizade", disse o participante sobre a relação com a vencedora do programa em 2015

CARAS Digital Publicado em 21/09/2015, às 11h35 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Cristiano relembra brigas com Iranete e Izabel no MasterChef 2015 - Band/Reprodução
Cristiano relembra brigas com Iranete e Izabel no MasterChef 2015 - Band/Reprodução

Os participantes do MasterChef Brasil realizaram uma reunião na noite de domingo, 20, para relembrar os momentos marcantes do reality culinário da Band.

E as brigas de Cristiano com Iranete e Izabel ganharam destaque na edição do programa. Eles falaram sobre a inimizade criada dentro do reality e não fizeram questão de se acertarem após o fim da edição.

"Foi tenso. Não pensei muito, agi muito com o coração. Me arrependo um pouco, não totalmente. Não costumo me arrepender das coisas que faço. Me arrependo de ter ficado com raiva, de não ter baixado a guarda um pouco. De não ter respirado, pensando um pouco mais", disse Cris sobre a "guerra" particular que travou contra Iranete dentro do reality.

"Eu não me arrependo de nada. Passei o caldo de tucupi por ele ser baiano. O cara é malandro, ia mandar muito bem. Mas ele não esperou eu me explicar. Não pensei em eliminar ele em nenhum segundo. Mas fiquei brava por ele falar aquelas palavras pra mim. Fiquei 'ruim' mesmo. Nas primeira semanas eu fiquei mal, com vontade de desistir de tudo. Pensei em chutar o balde e voltar pra minha casa. Mas pensei: 'O mesmo objetivo dele é o meu'. Não entrei por causa dele. Mas nem por um segundo me arrependi de dar o caldo pra ele. Não pensei por maldade", explicou Iranete sobre o início da briga entre eles.

Quando questionado sobre os atritos com Izabel -- vencedora da segunda temporada --, Cristiano se negou a resolver a situação com ela. "Não faço questão de resolver isso. Ela mora no Rio e eu na Bahia. Cada um tem que ser do jeito que é. Não sei ser político. Eu falo o que sinto, o que penso. Se está ruim pra mim vou falar. Cada um tem seu jeito. É melhor assim. Deixa a água correr e, quem sabe um dia, a água do rio encontra com a água do mar lá na frente. Não quero o mal de ninguém. Também não quero a amizade. Não quero e acabou", disse o participante.

Já Izabel defendeu-se dizendo que suas personalidades eram incompatíveis. "Nossas personalidades não bateram. Fiz grandes amigos aqui, que gostam do meu jeito. Já com outras pessoas não me aproximei tanto, mas somos educados um com o outro. O Cris não gostou de mim, claramente. Não foi com minha cara. Tentei me aproximar. Ele me acha falsa. Acha o que quiser de mim. Eu acho ele uma pessoa engraçada, mas ele não quis nada comigo. Forcei uma barra e acho que ele ficou com mais ódio ainda. É um caso sem solução", completou.