tv Superação!

Cleo abre o coração e a mente ao falar sobre ter se tornado um ''sex symbol'' brasileiro

Falando sobre tabus, Cleo aborda rótulos e vício em filmes eróticos

CARAS Digital Publicado quinta 31 outubro, 2019

Falando sobre tabus, Cleo aborda rótulos e vício em filmes eróticos
Cleo abre o coração em entrevista com Leo Dias - Foto/Reprodução

Entrevistada para a coluna Leo Dias, do UOL, Cleo, ex-Pires, abriu o coração sobre diversos assuntos, entre eles, seus relacionamentos passados, sobre ter se tornado um “sex symbol” e até mesmo sobre o seu problema alimentar.

Em uma longa conversa, a atriz foi questionada sobre o fato de ter se tornado um “sex symbol” brasileiro. “Eu nunca me considerei um símbolo sexual. Nunca me achei, mas entendo e sou grata por estar nesse lugar pela visão das pessoas. Mas eu não me coloquei nesse lugar. Eu gosto de nu, de coisas sexies, de ter liberdade com meu corpo. Eu gosto de dinheiro. Tudo isso para mim é o momento da Playboy”, finalizou.

Ela ainda relembrou quando posou nua para a revista Playboy em 2011. “Eu nunca me considerei um símbolo sexual. Nunca me achei, mas entendo e sou grata por estar nesse lugar pela visão das pessoas. Mas eu não me coloquei nesse lugar. Eu gosto de nu, de coisas sexies, de ter liberdade com meu corpo. Eu gosto de dinheiro. Tudo isso para mim é o momento da Playboy”, concluiu a estrela.

Em um assunto quente, Cleo aproveitou para revelar seu vício em filmes eróticos. “Acho que como sempre esteve. Sempre tive fases de muito, fases de pouco, fases de uma pessoa só, fases de várias pessoas. Estou no mesmo lugar. O que tem mudado para mim é o amadurecimento. A questão virou muito mais a troca específica com alguém e não o tesão em si. E a troca vai além do sexo. O sexo de que eu mais gosto e que procuro é quando vira consequência de uma troca com alguém.", contou.

 

Último acesso: 14 Aug 2020 - 22:58:26 (333537).

TV CARAS