Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Claudia Ohana: 'Eu quero ser lembrada para sempre'

Claudia Ohana fala sobre a fama em sua carreira e dá a sua opinião sobre a solidão do artista

CARAS Digital Publicado em 13/10/2014, às 17h07 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Cláudia Ohana- Maria Cláudia Carneiro Silva - Alex Palarea, Léo Marinho e Felipe Panfili / AgNews
Cláudia Ohana- Maria Cláudia Carneiro Silva - Alex Palarea, Léo Marinho e Felipe Panfili / AgNews

Com uma longa carreira no cinema, no teatro e na televisão, a atriz Claudia Ohana está sob os holofotes há muitos anos e sabe como lidar com a fama. Em uma entrevista para o programa A Máquina, da TV Gazeta, a estrela diz que a decadência dos artistas ao longo dos anos é algo natural, mas que busca sempre ter o carinho de seus fãs. “Quero ser lembrada para sempre”, conta.

Ohana ainda relembra de uma de suas personagens mais marcantes, a vampira Natasha, da novela Vamp. “Não podia sair na rua, não podia fazer nada, era uma loucura”, diz ela, que ainda comenta sua relação com a fama. “O sucesso, para mim, nunca representou que eu fosse o máximo, que eu fosse incrível. Quando você entra na televisão, você tem aquela popularidade que, na verdade, você não sabe quem realmente admira você e quem não admira”.

A atriz também deu a sua opinião sobre a solidão no mundo artístico. “A solidão do artista é diferente da minha solidão. Amo ficar sozinha, mas a solidão do artista é o medo de ser esquecido”.

A entrevista com Claudia Ohana irá ao ar nesta terça-feira, 14, às 23h35.