Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / eita!

Carol Francelino e Vitória Gasques deixam 'Mestre do Sabor'

Cadu Moura, Danilo Takigawa, Pedro Barbosa e Rodrigo Guimarães estão na final do programa

CARAS Digital Publicado em 16/07/2021, às 13h19 - Atualizado às 13h31

Carol Francelino e Vitória Gasques deixam Mestre do Sabor - Divulgação
Carol Francelino e Vitória Gasques deixam Mestre do Sabor - Divulgação

A semifinal da terceira temporada de Mestre do Sabor, exibida na última quinta-feira, 15, foi pura tensão. Cadu Moura, DaniloTakigawa, Pedro Barbosa e Rodrigo Guimarães conquistaram seu espaço na grande final, que acontece na próxima quinta. Até que esses nomes fossem definidos, muita coisa rolou.

Na primeira prova, cada um dos seis chefs – os quatro, Carol Francelino e Vitória Gasques – teve que preparar um prato com uma única cor, definida por sorteio. Cadu e Pedro, amarelo; Vitória e Carol, vermelho; Danilo e Rodrigo, verde. Cada um deles teve 50 minutos para preparar seu prato. Carol Francelino fez um pão de ló na cachaça, morango, purê de ameixa, pitaia e framboesa; Pedro Barbosa preparou um bolo com creme de banana e maracujá; Rodrigo Guimarães, um arroz de brócolis e vagem defumada; Vitória Gasques optou por um gaspacho de tomate e melancia, com picles de pimenta dedo-de-moça, framboesa e maça; Danilo preparou um creme de feijão com salsinha, aspargo defumado, crocante de couve e vinagrete de hortelã; e Cadu, um tartare de tomate com carambola. Danilo Takigawa e Cadu Moura se saíram melhor e garantiram já na primeira prova sua presença na final.

Na segunda prova, os quatro chefs precisaram preparar um prato usando um corte de carne suína. Carol Francelino preparou uma picanha de porco com repolho, missô e laranja, cebola caramelizada e vinagrete de pimenta; Rodrigo, uma barriga de porco com abóbora e espuma de requeijão defumado; Pedro Barbosa escolheu fazer um lombo com acelga recheada; e Vitória, uma costela suína com purê de batata doce e brócolis no alho e amendoim. Os pratos escolhidos foram de Rodrigo e Pedro, garantindo os dois na final e eliminando Carol e Vitória. Acompanhe, abaixo, uma entrevista com as chefs.

Confira a entrevista de Carol Francelino e Vitória Gasques:

Para você, o que significou participar da terceira temporada de 'Mestre do Sabor'? 

Carol FrancelinoParticipar da terceira temporada de 'Mestre do Sabor' significou me desafiar profissionalmente e pessoalmente, testar as minhas habilidades e inteligência emocional.

Vitória Gasques – Estar no Mestre do Sabor para mim é a certificação de que estou no caminho certo. Não que houvesse dúvidas antes da minha participação em relação à minha carreira, mas entendi com o Mestre que posso chegar muito mais longe do que imaginava com o meu talento. Agora não existe mais nada que eu acredite que não seja capaz porque estar lá foi um desafio pessoal e profissional imensurável. 

Conte um pouco sobre a troca com o mestre e os colegas de time, por favor.

Carol FrancelinoA troca foi incrível. O Leo Paixão é um líder direto, técnico e criativo! Pensa rápido, dá conselhos e parece que não cansa. A troca com os colegas do time Leo também foi produtiva; nos demos muito bem! Tem conexão, diálogo e respeito. Saí com ensinamentos a cada prova.

Vitória Gasques – Meu time foi um dos maiores presentes que eu recebi do Mestre do Sabor. A mistura de diferentes culturas, histórias e cozinhas unida ao respeito e carinho que tínhamos uns pelos outros foi algo que me manteve firme emocionalmente. Talvez se o jogo começasse individualmente ou se houvesse outro tipo de dinâmica que não me fizesse estar unida àquela equipe, eu não teria segurado tão bem a barra. 

O que você leva dessa experiência? Mudaria algo na sua trajetória pelo programa?

Carol Francelino A experiência de participar do ‘Mestre do Sabor’ foi muito importante e incrível de forma pessoal e profissional porque me deu mais confiança para me mostrar mais, explorar mais o meu trabalho e capacidade. Eu acho que a minha trajetória no programa foi bem positiva e leve. Eu curti, me diverti e cozinhei bem. Olho para trás e fico feliz e satisfeita.

Vitória Gasques – Do Mestre do Sabor eu levo muito aprendizado de cozinha, amigos verdadeiros, novos colegas de profissão para trocar experiências, inspirações para cozinha, confiança no meu trabalho e certeza de que tenho um caminho lindo para trilhar a partir daqui. Me sinto uma nova cozinheira depois do tanto que aprendi com meus colegas em relação ao trabalho em equipe, respeito ao trabalho do próximo; tudo que aprendi em relação a mim e do que sou capaz e o que posso fazer daqui para frente para continuar crescendo e agregando na vida das pessoas com essa experiência gigante que eu tive a oportunidade de vivenciar. Se eu pudesse mudar alguma coisa na minha trajetória seria o prato que me eliminou! (risos) Brincadeira! Tenho certeza que fui até onde deveria ter ido e que as pessoas que continuaram a partir dali merecem estar aonde estão!

O que acha que mudará na sua carreira após sua passagem pela terceira temporada de ‘Mestre do Sabor’? 

Carol Francelino Espero ter boas oportunidades e colher bons frutos!

Vitória Gasques – Quando eu topei participar da seletiva eu tinha uma ideia de que minha vida mudaria depois da minha participação. Mas acho que só comecei a ter dimensão da grandiosidade de tudo que estava vivendo depois que o programa foi ao ar. A repercussão de tudo que fazemos, a avaliação do público que está assistindo, tudo isso é muito maluco. Porque quando estamos gravando, só nós estamos vivendo aquele momento e acabamos esquecendo que tudo aquilo vai ser mostrado para o Brasil inteiro. Acho que o Mestre do Sabor vai me abrir muitas portas, primeiro porque estamos em uma vitrine, sendo mostrados para todo o país, fazendo torcida com pessoas que nem conhecem a gente mas que se identificam de alguma maneira com a nossa história. A partir dessa conexão que criamos com o público, muitas portas já se abrem porque as pessoas querem te ver, querem comer sua comida, ouvir sua história e estar com você. Segundo, porque lá a gente conhece pessoas do Brasil todo! E o Brasil é muito grande e muito rico. O que temos para descobrir de sabores, pessoas e restaurantes não está escrito! Como disse, sou outra cozinheira depois de tudo que tive contato no Mestre, hoje me reconheço muito mais e estou em uma busca constante de autoconhecimento para me tornar uma pessoa e cozinheira melhor para mim, minha família e todos que estarão ao meu lado nesse momento.

Sucesso entre os formatos originais da Globo, Mestre do Sabor tem direção artística de LP Simonetti e direção geral de Aída Silva. Sob o comando de Claude Troisgros, com Batista e Monique Alfradique, o programa conta com os mestres Kátia Barbosa, Leo Paixão e Rafa Costa e Silva no comando dos times. O programa vai ao ar às quintas-feiras, após ‘Império’, na TV Globo, e às sextas-feiras, às 21h30, no GNT.