tv Luto eterno

Camila Pitanga faz homenagem para Domingos Montagner: ''Quatro anos sem meu amigo''

Camila Pitanga emociona as redes sociais no aniversário de morte de Domingos Montagner

CARAS Digital Publicado quarta 16 setembro, 2020

Camila Pitanga emociona as redes sociais no aniversário de morte de Domingos Montagner
Camila Pitanga faz homenagem para Domingos Montagner - Globo/ Renato Rocha Miranda

Na última terça-feira, 15, a triste partida de Domingos Montagner completou quatro anos.

Camila Pitanga, então, decidiu usar suas redes sociais nesta quarta-feira, 16, para fazer uma homenagem muito linda ao amigo.

Em seu Instagram, a atriz publicou uma foto de um rio, tirada de dentro de um barco e usou um texto de Fernando Pessoa.

“Ontem foram quatro anos sem meu amigo Domingos…”, começou e em seguida engatou nas palavras do famoso escritor português: “O mistério das coisas, onde está ele? Onde está ele que não aparece. Pelo menos a mostrar-nos que é mistério? Que sabe o rio e que sabe a árvore. E eu, que não sou mais do que eles, que sei disso? Sempre que olho para as coisas e penso no que os homens pensam delas, Rio como um regato que soa fresco numa pedra. Porque o único sentido oculto das coisas É elas não terem sentido oculto nenhum, É mais estranho do que todas as estranhezas E do que os sonhos de todos os poetas E os pensamentos de todos os filósofos, Que as coisas sejam realmente o que parecem ser E não haja nada que compreender. Sim, eis o que os meus sentidos aprenderam sozinhos: — As coisas não têm significação: têm existência. As coisas são o único sentido oculto das coisas”.

É bom lembrar que o ator faleceu ao se afogar no rio São Francisco, no intervalo das gravações da novela Velho Chico, onde contracenava com Pitanga.

Veja:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ontem foram quatro anos sem meu amigo Domingos... "O mistério das coisas, onde está ele? Onde está ele que não aparece Pelo menos a mostrar-nos que é mistério? Que sabe o rio e que sabe a árvore E eu, que não sou mais do que eles, que sei disso? Sempre que olho para as coisas e penso no que os homens pensam delas, Rio como um regato que soa fresco numa pedra. Porque o único sentido oculto das coisas É elas não terem sentido oculto nenhum, É mais estranho do que todas as estranhezas E do que os sonhos de todos os poetas E os pensamentos de todos os filósofos, Que as coisas sejam realmente o que parecem ser E não haja nada que compreender. Sim, eis o que os meus sentidos aprenderam sozinhos: — As coisas não têm significação: têm existência. As coisas são o único sentido oculto das coisas." Fernando Pessoa

Uma publicação compartilhada por Camila Pitanga (@caiapitanga) em

Último acesso: 27 Sep 2020 - 19:10:18 (363436).

TV CARAS