tv

Bruno Guedes lembra primeiro presente para a mãe com salário de 'Malhação': "Saí da loja chorando"

O ator fala sobre o período 'patinho feio' na adolescência e sobre o namoro com a blogueira Jade Seba

Kellen Rodrigues Publicado terça 31 janeiro, 2017

O ator fala sobre o período 'patinho feio' na adolescência e sobre o namoro com a blogueira Jade Seba
Bruno Guedes - Divulgação

Bruno Guedes hoje é uma das estrelas de Malhação. Mas diferente de seu personagem, Lucas, que faz o maior sucesso com as garotas, o ator teve sua fase de 'patinho feio' na adolescência. "Tinha vergonha de falar com as meninas. Era muito quieto na minha, vivia numa bolha com meus amigos", lembra.

Com 17 anos teve sua primeira namorada e, desde então, prefere engatar relacionamentos sérios a romances passageiros. "Nunca fui um cara muito de sair pra balada, sempre fui muito mais caseiro", conta Bruno, que namora há dois anos e meio a atriz e blogueira Jade Seba.

+ Bruno Guedes fala sobre paternidade em 'Malhação'

Em bate-papo com CARAS Digital, o ator conta como foi o início do namoro com Jade, fala da carreira de ator e se emociona ao lembrar o primeiro presente que comprou para a mãe com seu salário de Malhação. "Comprei uma televisão para a minha mãe, saí da loja chorando", lembra.

Veja o bate-papo!

- Você teve uma fase na qual se sentia 'patinho feio' na adolescência, né? Como superou esse período? 
Não me sentia bem, tinha a autoestima baixa, tinha vergonha de falar com as meninas. Era muito quieto na minha, vivia numa bolha com meus amigos. Eu era gordinho, uma bolinha. Fazia natação e a rotina era muito puxada. Quando os treinos ficaram muito mais intensos eu tive um gasto calórico muito maior, ali eu comecei a emagrecer. Mas não foi algo que eu procurei. Quando eu vi que deu resultado, comecei a cuidar mais de mim.

- Você tinha vergonha de paquerar?
Eu nunca fui um cara muito de sair pra balada, sempre fui muito mais caseiro. Com 17 anos eu tive a primeira namorada e nunca parei de namorar, emendei relacionamentos duradouros depois. Encontrei pessoas maravilhosas. Sou um cara muito mais de ver filmes, de assistir séries, de ficar em casa comendo besteira.

- Mas como foi com a Jade? Quem teve a iniciativa primeiro?
A gente tinha amigos em comum. Eu já tinha visto fotos dela, enfim, foi um acaso da vida. Nosso primeiro contato foi pela internet. A gente pediu para os nossos amigos fazerem a ponte. Eu queria e ela queria, mas um não sabia da vontade do outro.

- Ela já era conhecida na internet?
Ela estava começando, era tudo muito novo. Ela entrou de cabeça e acabou dando certo. Hoje em dia é bem sucedida, consegue viver disso e fico muito feliz com isso. A gente sempre teve muita afinidade, eu já fazia teatro, ela já fez teatro, sempre gostamos de conversar sobre isso, sobre filmes...

- O que você já conseguiu conquistar com seu trabalho em Malhação?
Graças a Deus hoje estou com a vida mais estabilizada. Comprei uma televisão para minha mãe em seu aniversário de 50 anos, foi uma supresa muito grande, a gente nunca teve muitas condições. Saí da loja chorando, foi com meu dinheiro. É muito gratificante ver que com o suor do trabalho a gente consegue as coisas, isso é lindo. Estou muito feliz de estar fazendo Malhação, cresci vendo a novela e hoje faço parte dela.

- Teve algum personagem de Malhação que marcou você ou que foi sua inspiração?
O Cabeção (Sérgio Hondjakoff) marcou minha infância e adolescência. Trabalho muito para cada dia ser uma figurinha marcada, quero muito que a galera quando fale de Malhação lembre do Lucas. Acho que quando um personagem consegue marcar é porque foi bem feito.

- Sua família sempre te apoiou na carreira?
Foi um processo lento essa aceitação. Pelo meu pai eu seria nadador até hoje, fui federado por dez anos. E queria que eu fizesse uma faculdade para ser engenheiro como ele. Meus pais me colocaram no teatro para eu perder a timidez. Quando eu fiz 17, 18 anos comecei a fazer uns bicos como modelo, era o suficiente para pagar os cursos de teatro. Até que eu consegui uma bolsa de 100% no Nu Espaço e foi a motivação que eu precisava, sou muito grato. Hoje em dia meus pais me apoiam e ficam loucos querendo saber o que vai acontecer em Malhação, eles acham que têm o direito de saber, mas se eu falar perde a graça (risos).

- Qual é o seu sonho?
O principal é continuar trabalhando com isso, sempre quis ser ator na vida e estou conseguindo concretizar. Me encontrei como profissional e pessoa, me sinto bem atuando. Quero fazer cinema, séries, teatro... continuar muito nesse universo. Quero continuar na faculdade de publicidade, gosto muito de estudar. Não era aquele garoto que gostava de estudar, eu era da turma do fundão, da zoeira, mas você percebe que só muda sua vida depois que estuda de fato. Meu pai sempre dizia que estudar é um bem que ninguém nunca vai tirar de você. Sou um cara empenhado a melhorar. Malhação é algo passageiro, espero poder mostrar outras versões, outras outros personagens. 

Bruno Guedes com a mãe, Ana Laura, e Jade Seba / foto: Instagram/Reprodução
Bruno Guedes / foto: Divulgação
Bruno Guedes / foto: Divulgação
Bruno Guedes / foto: Divulgação

Último acesso: 13 May 2021 - 22:22:28 (284885).

Leia também

TV CARAS