Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Atriz garante barraco e confusão entre o triângulo amoroso de Amor à Vida

Carol Rainato, a enfermeira Raquel de Amor à Vida, diz que sua personagem está mesmo apaixonada por Carlito. E já que Valdirene não quer abrir mão de seu palhaço, muita confusão pode rolar

CARAS Online Publicado em 21/09/2013, às 14h04 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Triângulo amoroso de Amor à Vida - TV GLOBO
Triângulo amoroso de Amor à Vida - TV GLOBO

Carol Rainato, a Raquel de Amor à Vida, promete “barraco e confusão” entre o triângulo amoroso formado por ela, Carlito (Anderson di Rizzi) e Valdirene (Tatá Werneck). Grávida, a piriguete não pretende abrir mão de seu palhaço tão facilmente e a enfermeira, por sua vez, está gostando de verdade do DJ. “Acho que o Carlito a atrai mesmo, talvez pela forma dele. Ela é meio periguete, mas pode se envolver e eu acho que ela realmente sonha com isso no final”, diz Carol sobre sua personagem ao site oficial da novela.

+ Amor à Vida: relembre os 10 maiores barracos da novela!

Após o envolvimento com Carlito, a personagem de Carol ganhou mais espaço na trama de Walcyr Carrasco. “Pode parecer clichê, mas esse envolvimento com Carlito foi realmente um presente”, comenta ela. A enfermeira Raquel já teve um envolvimento com Michel (Caio Castro), que queria provocar Patrícia (Maria Casadevall), e também teve um caso com Laerte, personagem de Pierre Baitell. “A Raquel sempre foi muito vista pelo lado sexual, mas pelos estudos que estamos fazendo, chegamos à conclusão que dessa vez vai rolar um sentimento”, conta.

Tudo conspira a favor da atriz, que se diverte com os companheiros de elenco nos bastidores. “A cada hora, a Tatá faz um improviso diferente, uma frase diferente, e ela fala umas coisas que fica difícil não rir. Eu me pegava prestando atenção no que ela estava fazendo, no improviso dela. É difícil, mas muito bacana. Ela é muito rápida, incrível”, diz Carol.