Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Atriz do “primeiro sutiã”, Patrícia Lucchesi, abandona carreira para cuidar do filho autista

Atriz fez um enorme sucesso no final dos anos 80 e nos anos 90, mas deixou a carreira artística de lado para cuidar sozinha do herdeiro, que foi diagnosticado com um quadro grave de autismo

CARAS DIGITAL Publicado em 15/05/2017, às 14h55

Patrícia Lucchesi deixa a TV para cuidar do filho - Divulgação/Reprodução/SBT
Patrícia Lucchesi deixa a TV para cuidar do filho - Divulgação/Reprodução/SBT

Patrícia Lucchesi, atriz que protagonizou o premiado e famoso anúncio  do “primeiro sutiã”, e atuou em várias novelas, como Tocaia Grande, Era uma Vez e Poder Paralelo, abandonou a carreira artística para cuidar do filho, Mateus, que é autista.

Em entrevista à Eliana no último domingo, 14, Dia das Mães, a estrela falou sobre a sua escolha e disse que se formou em psicologia para entender o transtorno do filho, que foi diagnosticado com um quadro grave de autismo.

+Chiquititas recria cena de 'o primeiro sutiã a gente não esquece' em clipe musical

"Eu tive que dar um tempo na minha carreira artística pois os estudos me exigiram muito e a maternidade me exigiu muito também, porque quando você tem uma criança autista é preciso correr muito, de tratamento a tratamento. E, por isso, eu optei por me dedicar a minha família que, naquele momento, eu julguei ser mais importante. Fiz faculdade de Psicologia também para entender mais o Matheus e lidar melhor com essa situação”, explicou a artista em entrevista à Eliana.

Ele revelou que descobriu que o filho era autista quando ele tinha 2 anos e meio  e desde os 7 anos ele não fala mais, apenas se comunica com gestos e figuras. Segundo Patrícia,  no início, foi muito difícil, mas hoje em dia eles têm uma ótima relação e ela considera o filho sua alma gêmea, o grande amor de sua vida.

“Eu espero ajudar, dar uma contribuição para as outras mães de filhos autistas. A inclusão social é muito importante para o desenvolvimento do autista e nós, a família do autista, precisamos estar bem para cuidar deles”.