Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Aracy Balabanian relembra cenas com Miguel Falabella: "Brigamos muito"

Aracy Balabanian relembra das divergências que teve com o amigo Miguel Falabella: "Entre tapas e beijos, nos amamos com loucura", comentou

CARAS Digital Publicado em 09/12/2014, às 15h26 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Aracy Balabanian - Divulgação
Aracy Balabanian - Divulgação

Aracy Balabanian é a entrevistada do programa Damas da TV (Viva) que vai ao ar em 19 de dezembro. Durante o bate-papo, a atriz  conta que o papel que a marcou mais foi Heloísa, de Antônio Maria, exibida em 1967 na TV Tupi. "Meu pai tinha me dito quando comecei: 'Você nunca terá a capacidade desse ator', que era o Sérgio Cardoso. Me lançou esse desafio e, de repente, foi obrigado a me ver trabalhando ao lado de seu ídolo", explicou.

Rígido, o pai da atriz tinha receio da instabilidade e do preconceito que acompanhavam a profissão no país, mas se rendeu à escolha da filha ao vê-la contracenando com Sérgio. "Foi nessa época que meu pai faleceu. O perdi no momento em que aceitou minha profissão e ficou orgulhoso do que eu fazia. Eu precisava disso", revelou, emocionada.

Muito querida no meio artístico, Aracy ganhou um personagem escrito especialmente para ela por Silvio de Abreu. Dona Armênia, sucesso de Rainha da Sucata (1990), faz referência à origem da atriz, que é filha de imigrantes armênios, mas nasceu em Campo Grande (MS). "Foi loucura total! Parava a cidade com aquelas três 'filhinhas' que eu tinha, que eram três marmanjos enormes", lembra, referindo-se aos personagens de Marcelo Novaes, Gerson Brenner e Jandir Ferrari, que mereceram dobradinha em Deus nos Acuda (1992), outra obra do autor.

A atriz também falou sobre sua relação com Miguel Falabella, com quem contracenou durante seis anos em Sai de Baixo.  "Ele é uma festa! Entre tapas e beijos, nos amamos com loucura. Tenho paixão por ele e sei que ele tem por mim. Já brigamos muito. 'Não fale comigo', 'não olhe mais para mim', mas nossa vida já está entrelaçada. Ele é um talento extraordinário", pontuou.