Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Polêmica

Após briga de família, Thiago Gagliasso pede ajuda para Jair Bolsonaro: ''Deu ruim te apoiar''

O irmão do ator não esconde mais que a política foi um divisor de águas na família

CARAS Digital Publicado em 25/10/2018, às 18h01 - Atualizado às 18h01

Bruno Gagliasso, Thiago Gagliasso e Gio Ewbank - Instagram / Reprodução
Bruno Gagliasso, Thiago Gagliasso e Gio Ewbank - Instagram / Reprodução

Após o desentendimento com a cunhada, Giovanna Ewbank, a briga da família Gagliasso ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira, 25.

Thiago Gagliasso fez um pedido inusitado nos comentários de um post do Instagram do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), que concorre ao lado de Fernando Haddad.

“Arruma um bolsa-irmão aí para mim! Que deu ruim te apoiar!”, escreveu o ator. Por sua vez, Bolsonaro respondeu o ator. “Um grande abraço, Thiago!”, disse o candidato.

O irmão de Bruno Gagliasso divulgou a resposta e comentou: "Marque aqui seu amigo(a) que depois de expressar seu voto nessas eleições vai precisar de uma “bolsa “ Irmão, Amigo, Pai, Mãe, Primo, parceiro do trabalho, “bolsa” grupo de whatsapp... de tanto que brigou nessas eleições! Está acabando! Vamos! Por um presidente que saiba separar divergências". 

PALAVRA DO IRMÃO

Após um final de semana bem agitado nas redes sociais, Bruno Gagliasso, ao lado de Marina Ruy Barbosa, veio a São Paulo para a coletiva de imprensa do filme Todas as Canções de Amor

Na ocasião, o ator comentou que a semana foi "bem intensa" e afirmou sua opinião sobre as redes sociais, local em que seu irmão expôs a briga com sua esposa, Ewbank.

Durante conversa com os jornalistas, Bruno acabou rebatendo o desabafo realizado por seu irmão, Thiago. "Cabe a cada um fazer bom uso da rede social ou não. Eu escolho usar a favor do amor", decretou. 

Questionado sobre o que era o amor para o artista, ele respondeu: "O amor é minha filha, família. O amor é para cada um. É aceitar o que é [o outro]. O amor faz tudo acontecer, mas o amor muda. Se você me perguntasse há três dias, minha resposta poderia ser outra", disse Gagliasso

OUTRAS MANIFESTAÇÕES

Indo de contra partida, famosas como Bruna Marquezine, Laura Neiva, Letícia Sabatella, Anitta, e Marcelo Serrado, se posicionaram contra o senador e aderiram ao movimento #EleNão.