Aos 86, Laura Cardoso chora ao lembrar do filho e ainda se sente insegura ao atuar: Sempre tenho medo

Mesmo com 70 anos de carreira, atriz conta que seu processo de composição de um personagem ainda é difícil. "Sempre foi doloroso, não sei mesmo como vou fazer, sempre tenho medo"

terça 15 outubro, 2013
Laura Cardoso
Laura Cardoso Canal Viva / Divulgação

Laura Cardoso é a grande homenageada de mais uma edição do programa Damas da TV, do Canal Viva. Aos 86 anos de idade e 70 de carreira, a atriz é exemplo de humildade ao dizer que seu processo de composição de personagem ainda é difícil e requer muito estudo.

+ Laura Cardoso vai à missa de 1 ano da morte de Hebe

Mais Notícias

"Sempre foi doloroso, não sei mesmo como vou fazer, sempre tenho medo. Uma personagem é como se lhe dessem um punhado de barro que, aos poucos, você vai moldando. É difícil, mas um dia ela aparece e é gratificante", explica.

+ Laura Cardoso: "Ser atriz é a minha vida"

Laura vai às lágrimas ao defender uma de suas grandes personagens, Isaura, de Mulheres de Areia (1993), acusada pelo público de proteger apenas a filha vilã, Raquel (Glória Pires). "Ela tinha paixão pelas duas. Só que a Raquel precisava mais dela! Fico emocionada até hoje. Quando ela sabe que a filha morreu, quando o marido e a Ruth (Gloria Pires) dizem que Raquel morreu...". A atriz, que perdeu um filho recém-nascido, interrompe o depoimento e chora emocionada.

+ Laura Cardoso participa de debate sobre Nelson Rodrigues

Pouco depois, já recomposta, a atriz segue falando sobre o assunto. "Eu já tinha estudado a cena, a personagem queria que a filha voltasse para dentro dela. O diretor, Wolf Maya, me deu liberdade de fazer como achasse melhor. Ele me disse: 'Se dirija!'. E fiz como tinha pensado", lembra Laura, secando o rosto com as mãos.

Perfeccionista, Laura afirma que não entra numa "luta" para perder. "Eu quero ganhar. Pode ser vaidade, mas não fico feliz se isso não acontecer. Vou para a arena para sair vitoriosa, ser a melhor, senão não estou satisfeita", afirma.

A atriz também fala sobre o marido, o ator Fernando Baleroni, que faleceu aos 57 anos, em 1980, e as duas filhas, Fátima, 54 anos, e Fernanda, 48. "É uma carreira sacrificada, você tem que renunciar a uma porção de coisas. Às vezes penso que poderia ter ficado mais perto das meninas. Mas não me arrependo. Não é fácil uma mulher sozinha, que trabalha e tem filhos, dedicar-se inteiramente à família. Mas tive sorte de minha mãe ser excepcional e me ajudar a cuidar delas", reflete.

O depoimento de Laura ao Damas da TV  vai ao ar na quarta, 16, às 21h e também no sábado, às 22h45 e no domingo às 19h45, no Canal Viva.

por CARAS Online
Atualizado terça 15 outubro, 2013 (238684) | 17/12/2018 12:39:22

Mais conteúdo sobre:

CARAS Recomenda

  1. Arquiteta Teresa Simões é homenageada na Festa Talentos
  2. Vencedores da Rolling Stones Music Run recebem presente
  3. Dezembro Laranja mobiliza famosos e colore o País
  4. Ivete Sangalo embala comemoração dos 25 anos de CARAS

Receba em Casa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Bailarina vai aos prantos ao vencer Dança dos Famosos
  2. 2 Julia Konrad assume namoro com Pedro Marques e se declara
  3. 3 Luana Piovani deixa o Brasil e se muda para Portugal
  4. 4 Ana Hickmann dá viagem internacional e ganha pedra
  5. 5 Resultado da 'Dança dos Famosos' causa revolta na web
  6. 6 Nego do Borel é flagrado em clima de romance com loira
  7. 7 Katy Perry e Orlando Bloom posam coladinhos em clique raro
  8. 8 Em clique fofo, Carol Trentini curte praia com o filho
  9. 9 O Tempo Não Para: Marocas e Samuca enfim se casam
  10. 10 Fernanda Lima abre o coração e fala sobre 'Amor & Sexo'