CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
TV / CARAS 30 ANOS

Angélica faz balanço de carreira e desmente que mudou imagem depois da Globo

Em entrevista à CARAS Brasil, Angélica relembrou polêmicas da carreira e comentou sobre processo de maturidade diante da mídia brasileira

por Surenã Dias

sdias_colab@caras.com.br

Publicado em 17/05/2024, às 13h22

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Angélica disse que viveu adolescência tardia por conta de trabalho em excesso - Foto: Reprodução / Instagram
Angélica disse que viveu adolescência tardia por conta de trabalho em excesso - Foto: Reprodução / Instagram

Angélica (51) confessa que viveu uma adolescência tardia por ter crescido nos bastidores da televisão nos anos 90 e 80. Em entrevista à CARAS Brasil, a artista relembrou detalhes de sua carreira e garantiu que a TV Globo não interferiu na mudança de sua imagem no processo de transição para a vida adulta.

"Eu comecei a viver a adolescência com 21, 22. Porque eu não tinha vivido. Eu trabalhava, eu sempre trabalhei muito, eu nunca saía, não fazia coisa de adolescente, como festinha. Não fazia. E até essa coisa mais rebelde do adolescente, da descoberta, isso que eu não vivia. Eu passei a viver isso depois dos 22 anos", disse a mãe de Joaquim, em bate-papo com Fabrício Pellegrino.

Apesar de ter sofrido com comentários e muitas manchetes envolvendo as mudanças que ela demonstrava publicamente, Angélica defende que tudo foi natural. Personalidade da mídia desde muito pequena, ela conta que as pessoas se assustaram em vê-la mais madura. 

"Foi natural, porque eu já tinha começado na TV com 12, 13. Então, as pessoas me viram crescer. Fomos vendo isso [aos poucos], a virgindade, o namorado, a briga, então a imagem também foi mudando e os meus desejos foram mudando. E eu acho que aí eu ia imprimindo, de alguma forma, essa minha", afirma.

Leia também: Angélica faz confissão inédita a Eliana sobre pinta da perna; confira

Na época, Angélica havia trocado o SBT pela Globo, onde passou a atuar não apenas como apresentadora, mas também como atriz no seriado Caça Talentos. "Não foi a Globo que fez a mudança de imagem. Eu mudei. Para a Globo eu estava com 22 anos, mas já tinha alguma coisa dentro de mim querendo mudar uma imagem, de mudar uma forma de ser, de viver. E isso, claro, veio pra fora", afirma.

Segundo a famosa, a partir dos 22 anos ela viveu momentos decisivos na vida pessoa e foi inevitável ela não transparecer tudo o que estava vivendo publicamente, como o fim de um relacionamento. "Ninguém pensou na imagem nova, eu que estava colocando para as pessoas uma imagem diferente. Porque eu estava mudando, querendo alçar novos voos, não só indo para a TV Globo. Eu lembro que nessa mesma época eu terminei um namoro de 7 anos, fui morar sozinha", declara.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA: