tv EXCLUSIVA!

Ana Paula Padrão revela detalhes sobre o novo reality 'MasterChef: A Revanche'

Ana Paula Padrão revelou detalhes sobre o novo MasterChef, da Band

CARAS DigitalS Publicado quarta 28 agosto, 2019

Ana Paula Padrão revelou detalhes sobre o novo MasterChef, da Band
Ana Paula Padrão - Reprodução/Instagram

Em entrevista exclusiva para CARAS Digital, Ana Paula Padrão falou sobre as mudanças na carreira profissional, sobre o MasterChef: A revanche e contou alguns segredinhos do programa!

A jornalista cobriu guerras, eleições e ficou anos na bancada do jornal da Globo, quando resolveu deixá-la. Ainda que quisesse enfrentar novos desafios, parece que a bancada continuava indo atrás dela. Após deixar a TV Globo, Ana Paula ainda trabalhou com jornalismo no SBT e na Record TV, até, finalmente, encontrar o entretenimento na Band. 

"Quando eu resolvi dizer não para a bancada, foi porque ela deixou de ser desafiante para mim. Primeiro que eu nunca fui uma pessoa de bancada, gostava de estar na rua, como repórter, vendo as coisas acontecerem. Mas chega um ponto do jornalismo, que ele quer que você fique a frente do telejornal e não só fazendo um ponto específico daquele jornal. Eu aceitei por isso, não era inteligente dizer não para um upgrade profissional, que era sentar numa banca", contou Ana Paula.

Ela ainda ressaltou que sabia que não era o seu maior talento, mas acabou ficando refém dessa posição, até chegar no SBT e decidir que não queria mais trabalhar com o jornalismo: "Minha passagem pelo SBT foi ótima e entendi que podia atuar como empreendedora e abri minha primeira empresa. Depois do SBT, percebi que estava preparada para deixar o jornalismo ou atuar em alguns nichos. Mas quando saí do SBT, não tive espaço para isso. Tinha três convites para três bancadas diferentes. Ninguém me via como uma profissional que pudesse fazer outra coisa e fiquei deprimida com isso".

A jornalista acabou aceitando ficar mais quatro anos na Record e, simultaneamente, abriu uma vertente nova na sua vida, conversando com mulheres. Ela resolveu abrir um negócio voltado para elas, uma empresa de comunicação para falar e ouvir mulheres: a Tempo de Mulher.  Após esse período, Ana Paula colocou em mente que faria o mercado enxergá-la de outro jeito.

"A Band queria que eu trabalhasse com eles mas eu disse que não queria mais trabalhar na bancada, no jornalismo e eles falaram para eu trabalhar no MasterChef. Eu nem conhecia! Quando comecei a ver o formato, achei que não tinha nada a ver comigo, mas percebi que as pessoas iriam gostar. E depois, vi que eu poderia ajudar a alavancar a audiência para a estreia de um novo formato de programa na TV aberta. Entretanto, a primeira e a segunda temporada do Masterchef foram muito difíceis para mim, sofri muitas críticas, me mandavam voltar para a bancada. Hoje não, hoje pedem foto na rua, é bem diferente", explicou Padrão.

Sobre o MasterChef, a apresentadora revelou que ela, Paola Carosella, Henrique Fogaça e Érick Jacquin ficaram bem apreensivos sobre como o público iria reagir ao formato do reality: "Na primeira edição edição, a gente gravou quase todo o programa antes dele ir ao ar. Só dois meses depois foi ao ar, então ficávamos de mãos dadas assistindo: "Será que tá bom? Será que as pessoas vão gostar? Será que tá bem editado?", sempre pensando se ia dar certo. Os riscos eram pequenos, eu sempre achei que as pessoas iam gostar, mas gostar e fazer sucesso era mais amplo. Não tinha a menor ideia do sucesso que faria depois!".

Questionada sobre o sucesso, ela ainda comemorou: "A gente realmente não imaginava que iria fazer tanto sucesso e muito menos que a gente teria a possibilidade de mudar a maneira que as pessoas enxergam fazem comida no Brasil. Acho que tudo é sucesso na TV é uma série de coincidências que custam acontecer: você tem que ter um elenco que se dá bem, que não briga e não disputa, o que é raro na TV. Você tem que ter uma direção muito boa. Uma equipe de bastidores muito bem feita e muito comprometida com o trabalho. Ter um horário bom. E um produto bom, bem editado, bem acabado, bem filmado!".

Em outubro, a emissora estreia o MasterChef: A Revanche, um novo formato do programa que vai trazer ex-participantes amadores para a competição: "Serão participantes que foram muito bem, ou foram muito queridos pelo público, ou por algum motivo não forem bem em determinado dia mas que tem capacidade na cozinha. A gente vai justamente testar: eles melhoraram na cozinha desde que saíram? Melhoraram o emocional para as críticas dos chefs? São 10 episódios e já foram selecionados todos os participantes".

Com exclusividade, ela contou que ainda não sabe quem são os participantes: "Eu não sei ainda quem são, tento não saber nenhuma estratégia antes do necessário. Mas vou saber antes do programa começar, justamente para pesquisar sobre eles, como estavam nesse tempo, entendê-los melhor. Se estão bem para cozinhar naquele dia, o que vai fazer eles cozinharem bem ou cozinharem mal e antecipar essas tendências. Então eu tento fazer um mapa para antecipar o que vai acontecer no programa e ajudar isso na produção e direção do programa".

Diferente do que mostra na TV, Ana Paula nos revelou um segredo: ela prova todos os pratos que são mostrados no programa! "Eu como! Eu provo cada um dos pratos nos intervalos porque preciso saber o que eles fizeram. Quando os chefs falam algo, eu preciso saber o que eles tão falando. Se tem algum problema na vida pessoal dele, do camarim, eu preciso saber disso e antecipar e tentar fornecer o melhor ambiente para ele", concluiu.

Último acesso: 03 Jul 2020 - 07:37:49 (327296).