Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Ana Maria Braga revela que já sofreu assédio: 'Você chora bastante sozinha'

A apresentadora relatou momentos difíceis durante seu crescimento na carreira

CARAS digital Publicado em 09/03/2018, às 10h16 - Atualizado às 10h33

Ana Maria Braga - Instagram/Reprodução
Ana Maria Braga - Instagram/Reprodução

Ana Maria Braga foi mais uma vítima das dificuldades encontradas no caminho profissional apenas por ser mulher. Com 40 anos de carreira, a loira conta que começou na televisão aos 28 e desde sempre se viu cercada de barreiras e investidas sem cabimento para conseguir se perpetuar no âmbito profissional. "Quando comecei lá na TV Tupi (em 1977, aos 28 anos), sofri preconceito, sim. Era uma TV totalmente diferente desta com os executivos de hoje. Naquela época, a maioria das mulheres que trabalhava em TV era considerada presa fácil. Era um meio mais liberto do que a sociedade normal, por haver artistas, cantores... Para você galgar algumas posições dentro da hierarquia do lugar onde se trabalhava... Eu recebi muitas propostas, não foi diferente à regra", revelou Ana em entrevista. 

Para exemplificar esse tipo de situação, a apresentadora recorda de um momento em particular, que a marcou nesses anos de história. "Pedi para apresentar um projeto de um produto que eu queria. Escrevi toda a ideia, explicando que programa era aquele. Quando fui entregar, ele não olhou o que eu tinha escrito e fez a proposta: 'Isso aqui está aprovado'. Sem ler! Enfim... Me pediu algo em troca", disse. 

Como resultado desse triste cenário, Ana conta que resgatou suas forças e venceu todos os obstáculos. "Você chora bastante sozinha, e tem duas opções: ou atende a isso e vira amante do infeliz, o que não vai ter um caminhar muito bom, porque aquilo acaba; ou realmente briga para achar um caminho de verdade. Sofri assédio moral e sexual em várias situações, mas fui guerreira e superei todas e venci", completa.