Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Amália Stringhini, mulher de Evaristo Costa, comemora recuperação: "Essa pausa fortaleceu meus valores"

A assessora está se recuperando após sofrer 3 AVCs e disposta a lutar pela abertura do Parque Paraisópolis

Thiago Azanha Publicado em 08/12/2015, às 15h36 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Amália Stringhini e Evaristo Costa - Facebook/Reprodução
Amália Stringhini e Evaristo Costa - Facebook/Reprodução

Amália Stringhini, mulher de Evaristo Costa, se recupera bem em casa após sofrer três AVCs (Acidente Vascular Cerebral) e ficar internada em um hospital de São Paulo.

Recuperada, a assessora falou sobre os dias seguintes ao susto. "Estou em casa, curtindo a família e de volta às minhas atividades na GO Associados. O que posso dizer é que essa pausa fortaleceu ainda mais meus valores. Agora é hora de continuar lutando por tudo que traz valor", disse ela para a CARAS Digital nesta terça-feira, 8.

Amália, que é assessora da presidência da GO Associados, luta pela abertura do Parque Paraisópolis. A empresa abraçou a causa e acredita que São Paulo precisa de mais verde e, em especial, a comunidade em questão carece de um equipamento público acessível às pessoas -- que melhore a qualidade de vida de seus moradores.

Desde 2007 Amália -- então assessora de Gesner Oliveira (sócio da GO Associados) na presidência da Sabesp --, já desenvolve projetos com comunidades de baixa renda em São Paulo, levando água tratada e esgoto coletado, além de educação ambiental para os moradores.

E agora a meta é a abertura do Parque Público com o Projeto de Lei-200-2015. O abaixo assinado e a petição pública já somam quase seis mil assinaturas. Por meio do link ocorrerá uma votação para que a área destinada ao parque seja classificada como ZEPAM (Zona Especial de Preservação Ambiental - Proteção).

A votação é fechada para vereadores, mas a população pode dar seu voto na petição pública no site da Câmara de São Paulo, onde também poderá acompanhar o evento virtualmente ou ter participação presencial nas audiências e na devolutiva (a última está marcada para o próximo dia 11 de dezembro). Na ocasião serão definidas normas referentes à Lei de Zoneamento da cidade de São Paulo para os próximos dez anos.