Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Aguinaldo Silva critica novelas na TV e revela que elas podem acabar se continuarem como estão

O novelista revelou que os autores estão em crise: "Novela passou a ter vergonha de suas origens, o folhetim"

CARAS Digital Publicado em 28/12/2016, às 09h47

Aguinaldo Silva - Instagram/Reprodução
Aguinaldo Silva - Instagram/Reprodução

Aguinaldo Silva desabafou sobre a crise dos autores e o fato das novelas na TV estarem "com vergonha" de suas origens nos folhetins tradicionais.

"Das novelas eu diria o quê? Diria que nós, autores, estamos em crise, e o motivo dessa crise é que a novela passou a ter vergonha de suas origens – o folhetim – e quis desesperadamente se tornar outra coisa. E novela, quando não é folhetim, não é mais novela e, portanto, não funciona. Novela temática, ou política, ou o raio que a parta, pode estar cheia de boas intenções, mas não engana o telespectador, que vê nelas intenções outras que não apenas diverti-lo e, como tem o controle remoto sempre à mão, vai buscar diversão em outra parte", disse Aguinaldo em seu site oficial.

Aos 73 anos e com diversas novelas de sucesso no currículo, o autor afirmou se não forem contadas histórias "desvairadas" as novelas podem acabar.

"Do que precisamos então? De uma velha e boa novela à moda antiga, sem vergonha de ser o que é: louca, sempre no limite, sem medo de ser ridícula, enfim… Completamente desvairada. Não sei se ainda teremos isso algum dia, mas eu torço para que tenhamos sim. Porque, se as novelas continuarem como estão, sérias, sisudas, vazias de som e fúria, mas cheias de significados, bem, escrevam aí no seus caderninhos o que vou lhes dizer agora… Elas acabam", decretou Aguinaldo.