Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / NOSTALGIA

Adriane Galisteu relembra namoro com Ayrton Senna: ''Foi marcante demais''

A atriz e o piloto, morto em 1994 durante o Grande Prêmio de San Marino, ficaram juntos cerca de um ano e meio

CARAS Digital Publicado em 19/12/2018, às 08h55 - Atualizado às 09h24

Adriane Galisteu e Ayrton Senna - Arquivo CARAS
Adriane Galisteu e Ayrton Senna - Arquivo CARAS

Adriane Galisteu relembrou, em entrevista ao Gshow, o relacionamento que teve com Ayrton Senna, tricampeão de Fórmula 1, morto em 1994, durante o Grande Prêmio de San Marino, na Itália. 

“Carrego o que vivemos como escudo e não como fardo. Tenho tanto orgulho do que aprendi com ele. Naquela época, eu tinha 19 anos e ele 31”, contou a atriz, no ar em O Tempo Não Para.

Ela e o piloto namoravam cerca de um ano e meio, e foram morar juntos após três meses de relacionamento.

“Foi uma história de muito amor e, depois que ele morreu, fui sozinha nessa caminhada. Foi muito difícil superar a perda. Vivi momentos especiais com Ayrton e lembro de cada momento que estive ao lado dele. Não apaguei nada da minha memória. Foi marcante demais”, afirmou ela.

Casada com Alexandre Iodice desde 2010, a global garante que o marido não sente ciúmes da história de amor de seu passado. “Um dos segredos do meu casamento é o Alê entender, gostar e admirar essa história. Como brasileiro, ele também era fã do Ayrton. Todo mundo perdeu", analisou ela.