Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
TV / Adaptações!

Adriane Galisteu fala sobre sua vivência de quarentena: ''Achei que fosse surtar e não aguentar''

Em entrevista para João Vicente de Castro, Adriane Galisteu desabafa sobre seu processo de adaptação ao isolamento social

CARAS Digital Publicado em 05/01/2021, às 13h37 - Atualizado às 13h40

Em entrevista para João Vicente de Castro, Adriane Galisteu desabafa sobre seu processo de adaptação ao isolamento social - Reprodução/Instagram
Em entrevista para João Vicente de Castro, Adriane Galisteu desabafa sobre seu processo de adaptação ao isolamento social - Reprodução/Instagram

O mundo inteiro teve de se adaptar a uma nova rotina por conta da pandemia do novo coronavírus.

As mudanças radicais no cotidiano também afetaram a vida de nossas celebridades prediletas.

Em entrevista para o quadro Verão do João, de João Vicente de Castro no GNT​, Adriane Galisteu falou sobre seu processo de adaptação aos costumes do isolamento social, deixando bem claro que, no final das contas, soube utilizar este tempo para organizar diferentes aspectos de sua vida. 

''Foi uma experiência inacreditável pra todo mundo, mas, pra mim, com o meu temperamento, achei que fosse surtar e não aguentar. Nos dois primeiros meses, eu fiz o que a maioria da população fez: faxina. Vi tudo que tinha na casa que não prestava e cuidei da organização da casa. Cuidei do homeschooling do Vitório porque o início foi tenso",relatou a musa.

Adriane foi, aos poucos, reinventando e ressignificando suas ações: ''De repente, comecei a inventar coisas. Subi um dia a mais no meu canal no YouTube, comecei a fazer lives de segunda a segunda, mas acabei trabalhando muito após os três primeiros meses. No começo, eu digo que falei 'não vai dá para aguentar'. Mas enchi tanto a minha agenda que hoje falo pra todo mundo: 'esse tempo de cuidar da família, da casa e organizar a casa foi bom'', afirmou.

Sobre os pontos negativos do último ano, a apresentadora desabafou: ''Acho que passou um pouco rápido demais. Mesmo com tudo isso, eu achei que 2020 voou. Eu vi isso pela cor do meu cabelo branco, pela minha raiz... Eu tô achando que em 2020 eu envelheci uns 10 anos. Então, pra não passar por isso de novo, que 2021 seja mais lento. Não tô a fim de passar por isso de novo".

Ao final da entrevista, Galisteu deixou bem claro que procurou respeitar todas as recomendações a respeito da prevenção do vírus. ''Eu não fui a nenhuma festa clandestina. Acho que 2021 vai ser um ano a gente vai conseguir administrar a máscara, porque tirar não vamos. Acho que a gente vai ter a vacina e vamos ver quem amamos na paz", constatou.