Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Teatro / DE TANTO AMAR

Martha Mellinger leva sofrimento pessoal em retorno aos palcos: 'Luto gigante'

Em entrevista à CARAS Brasil, Martha Mellinger entrega desafios com o monólogo De Tanto Amar e reflete sobre mensagem do espetáculo

Martha Mellinger estrela o monólogo De Tanto Amar - Foto: Jones Malfitano
Martha Mellinger estrela o monólogo De Tanto Amar - Foto: Jones Malfitano

Martha Mellinger, que ficou conhecida por atuar nas novelas Gênesis, Pérola Negra e Mulheres Apaixonadas, comemora os 40 anos de carreira em retorno aos palcos com o monólogo De Tanto Amar, em cartaz na SP Escola de Teatro, em São Paulo, até 24 de fevereiro. Em entrevista à CARAS Brasil, a atriz, que tem família em Israel, reflete sobre levar sofrimento pessoal para o espetáculo e entrega mensagem e desafios da produção: "Luto gigante".

"Meu filho e minha neta moram em Israel. A guerra deflagrou lá e, na mesma semana, tinha perdido um primo-irmão. Estava em um luto gigante por tudo, pela humanidade em si e, de repente, toca meu Whatsapp e recebo o texto, esse presente. Na hora que li, me arrebatou e disse 'não posso deixar passar esse desafio'. Não parei para pensar", declara Martha Mellinger, estrela do monólogo.

"De Tanto Amar me ocupou neste momento horroroso que estava vivendo, de não conseguir largar a TV para ver notícia. Não faz bem para ninguém, tirando as fake news que espalham e a gente tem que filtrar. Acabo vendo demais e não consigo meter a mão, isso te destrói a alma. Tento viver o aqui e agora, que é a única coisa que tenho poder sobre", acrescenta a atriz, que afirmou que o filho e a neta estão bem.

Abraçando o desafio do espetáculo, Martha Mellinger compartilha como tem sido a experiência em participar da peça: "Mergulhei de cabeça, sem pensar no desafio gigante que seria. E foi! Mas eu acho que estava rodeada de pessoas tão lindas, queridas e afetivas que estavam se entregando para mim. Eu também acho que cheguei em uma idade, larguei um monte de coisas bobas e mergulhei como se fosse a primeira vez na minha vida. Depois de muito sofrimento, agora, começo a respirar alegria pura".

Entre as pessoas que ajudaram na etapa de carreira, a atriz destaca os profissionais que construíram o espetáculo: "O Rodrigo Ferraz e a Samira Lochter me dirigiram deslumbrantemente. Foram duas pessoas incríveis nesse meu processo. Junto com eles, a Carola Valente, que fez a assistência de direção com uma disponibilidade de presença, afetividade e carinho. Depois, veio o Thiago Capella, que fez lindamente a luz, o som, o audiovisual, tudo foi ele que fez. Isso tudo foi um caminho asfaltado para mim".

Leia também: Filho de Bob Marley, Ziggy reflete sobre memórias com o pai e criação dos filhos: 'Parte de mim'

Com temas como família, amor e escolhas de vida, o monólogo traz diversas reflexões sobre o sofrimento, explica a atriz. "Não é um sentimento como outro qualquer, mas é uma coisa que você tem que largar todas as amarras e se amarrar em outros espaços que desconhece. Você tem que acessar coisas dentro de você que nem sabia que existiam".

"De Tanto Amar me mostrou como eu sou corajosa e o poder incrível que o teatro tem de entender as várias maneiras que você pode ouvir e compreender as coisas. Mergulho no meu aprofundamento enquanto pessoa, e isso me faz uma artista melhor", finaliza Martha Mellinger.