Diogo Vilela interpreta Ary Barroso em peça

O desafio de escrever, atuar e dirigir musical

Publicado terça 22 janeiro, 2013

O desafio de escrever, atuar e dirigir musical
Em cena, com Reynaldo Machado, Alan Rocha e Esdras de Lucia, Diogo vive o compositor já doente. - Paulo Mumia

O ator Diogo Vilela (55) encarou um novo desafio na estreia de Ary Barroso – do Princípio ao Fim, na qual dá vida ao radialista, locutor esportivo, apresentador e compositor de clássicos como Aquarela do Brasil. Ele, que também dirige a peça, pela primeira vez assina a autoria de um texto. “Foi especial ver a reação das pessoas. Estou feliz e sem palavras, anestesiado pela emoção da estreia. Atuar é difícil, escrever e dirigir, também. Mas vamos vencendo os obstáculos e seguindo em frente”, disse, no teatro Carlos Gomes, Rio, onde foi enaltecido pelos companheiros de cena. “É uma honra estar na peça que fala de um grande compositor e com texto de um talento como o Diogo”, ressaltou Tânia Alves (63).

O espetáculo foi aplaudido pelo casal Mauro Mendonça (81) e Rosamaria Murtinho (77). “Adorei, é pura emoção e Diogo está perfeito”, frisou ele. “A caracterização me impressionou. Isso já era de se esperar, ele é um dos grandes atores do País. Com certeza, também vai arrasar como autor”, completou Rosamaria, lembrando que Mauro Mendonça é da mesma cidade de Ary — Ubá, MG —, e que, ao chegar ao Rio, participou uma vez de seu show de calouros. “E não foi gongado”, divertiu-se a atriz.
 

O abraço em Tânia, também do elenco. / foto: Paulo Mumia
Mauro e Rosamaria. / foto: Paulo Mumia

Último acesso: 17 Jan 2022 - 03:20:15 (223353).

Leia também

TV CARAS