Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Alexandre Borges leva poesia de Vinicius e Pessoa aos palcos de São Paulo

Alexandre Borges faz curta temporada de 'Poema Bar' na capital e cidades do interior de São Paulo a partir desta quinta-feira, 8. O espetáculo celebra a música e poesia de Vinicius de Moraes e Fernando Pessoa

Redação Publicado em 08/11/2012, às 16h20 - Atualizado às 16h58

Alexandre Borges brinda com João Vasco, Sofia Vitória e Mariana de Moraes a estreia de 'Poema Bar' em São Paulo - Fabio Miranda
Alexandre Borges brinda com João Vasco, Sofia Vitória e Mariana de Moraes a estreia de 'Poema Bar' em São Paulo - Fabio Miranda

Depois de brilhar nos palcos de Portugal, Alemanha e Rio de Janeiro, Alexandre Borges (46) leva a poesia e música de Vinicius de Moraes e Fernando Pessoa aos teatros de São Paulo. O ator estreia nesta quinta-feira, 8, a curta temporada de Poema Bar no estado, começando por São José dos Campos.

Desenvolvido pelo pianista português João Vasco (36) e pelo próprio Alexandre, o espetáculo marca o início das celebrações do ano Brasil-Portugal – comemorado de agosto de 2013 - e presta uma homenagem à união entre os países. “Eu gosto muito de Portugal, já morei lá, gosto muito de Fernando Pessoa, sou muito ligado ao Vinicius de Moraes também como poeta, músico, artista, sou amigo da família”, contou Alexandre a CARAS Online.

Em cena, o ator declama versos de ambos os poetas, ao som do pianista, que toca fado, canções brasileiras e improvisações. Ao lado deles estão as cantoras Mariana de Moraes (43), neta de Vinicius de Moraes, e a portuguesa Sofia Vitória (33), interpretando músicas brasileiras e portuguesas, e encerrando em dueto de Acalanto da Rosa.

O recital ressalta o lado noturno dos homenageados, razão pela qual foi batizado de Poema Bar. “Vinicius foi o poeta brasileiro que viveu como poeta, isso é uma imagem muito bonita. O Poema Bar se chama assim porque também une um pouco a boemia desses dois poetas, a noite era muito importante para eles. O Fernando Pessoa era um boêmio, um homem que sempre escreveu muito sobre o vinho, sobre esse lado lúdico, da fantasia”, ressalta Alexandre, que tem diz ter grande identificação com a obra de ambos. “Os dois foram os poetas que mais me pegaram para uma coisa do dia-a-dia, pra vida. Se estou meio cansado, chateado com alguma coisa, abro um livro deles e alguma coisa acontece de diferente, alguma coisa daquele poema me faz pensar numa vida maior. A poesia é linda, sintetiza muito as nossas paixões, alegrias, tristezas, decepções, carências”, continua o ator.

Na curta temporada em São Paulo, a intenção é atrair não só os amantes da poesia, quanto quem nunca teve a oportunidade de ir a um recital. “É um conceito para ninguém ficar indiferente, não é possível, a poesia de fato é excelente e a todos, especialistas ou não”, conclui João Vasco.

Serviço:

8 de novembro – Quinta-feira
Sesi São José dos Campos
20h

10 de novembro – Sábado
Sesi Sorocaba
20h

11 de novembro – Domingo
Sesi Campinas (Amoreiras)
19h

12 de novembro – Segunda-feira
Centro Cultural FIESP Ruth Cardoso – São Paulo
20h30

13 de novembro – Terça-feira
Sesi Itapetininga
20h

Confira entrevista com o elenco na TV CARAS!