Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Torcida VIP no templo do tênis

Depois de duelos, eles conferem as partidas e relaxam em suíte

CARAS Publicado em 10/09/2013, às 15h10 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Heitor, Pontual, Marone, Priscila, Fiorella, Lucy, Thiago, Felipe e Rafaella - Adam Hunger e Mike Segar/ Reuters e Fernando Lemos e Martin Gurfein
Heitor, Pontual, Marone, Priscila, Fiorella, Lucy, Thiago, Felipe e Rafaella - Adam Hunger e Mike Segar/ Reuters e Fernando Lemos e Martin Gurfein

Todo guerreiro tem o seu merecido descanso. Os jogadores do Pro-AM CARAS US Open 2013 puderam curtir o luxo e o requinte de uma suíte internacional após o fim das partidas, quando já haviam sido consagrados os
campeões. No exclusivo espaço, que fica dentro do estádio Arthur Ashley, que tem capacidade para 22000 pessoas sentadas, os convidados passaram a tarde vendo as acirradas disputas do Grand Slam, onde puderam relaxar, beber e apreciar um pouco da gastronomia norte-americana. Entre as mais animadas, a campeã, a atriz Fiorella Mattheis (25). “Estar aqui é o máximo. Depois da experiência que vivemos com os profissionais, tenho muita história para contar”, reflete a beldade. A atriz Priscila Sol (32) ficou impressionada com a estrutura do complexo que abriga o campeonato anualmente. Tinha uma expectativa grande, mas não achei que ficaria tão emocionada em vivenciar tudo o que aconteceu. Jogar com grandes nomes e ver como são tão simpáticos foi o ponto alto”, conta Priscila. Classificada como uma experiência única para quem gosta de esporte, o dia no complexo de tênis foi especial também para o atorHeitor Martinez (45). “Assistir já seria legal, mas ter jogado potencializou ainda mais o que vivenciamos aqui. Sou muito aficionado por esporte e assisto há anos a estas disputas”, afirma o astro da Record. De férias da TV após Salve Jorge, a atriz Lucy Ramos (30) vibrou com cada ponto marcado em quadra ao lado do amado, o também ator e diretor Thiago Luciano (33). Para mim é incrível estar aqui. Desde que começou o US Open, assisto todos os dias às partidas. É um prazer acompanhar Thiago, pois tudo aqui é um sonho, é um dos maiores torneios do mundo”, celebra ela, que já jogou futebol e gosta de esportes, mas nunca arriscou entrar no universo do tênis. Lucy aproveitou o momento de relax para experimentar o tradicional hot dog americano, com suas criativas combinações e molhos, servidos na suíte também com saladas e doces. Estar no mesmo lugar dedica- do aos tenistas comoveu o casal Rafaella Brittes (26) e Felipe Andreoli (33). “Tomamos banho nos vestiários dos campeões”, diverte-se Rafa. Bruno Soares (31), o brasileiro que chegou à final de duplas masculinas e ficou em 2º lugar com seu parceiro, o austríaco Alexander Peya (33), fez questão de cumprimentar o time brasileiro e saber como havia sido a experiência em quadra. Assim como os companheiros, Fiorella aproveitou para tietar o tenista. “Fico muito feliz quando vejo o interesse dos brasileiros por tênis. Meu grande sonho é ganhar um Grand Slam. Enquanto não conseguir, não vou parar de tentar”, avisa o mineiro, que tem uma rotina pesada de treinamentos para atingir seus resultados. Logo após a derrota, ele partiu para seu próximo desafio, a Copa Davis.