revista Capa

Sorrisos em dose dupla para os papais Alok e Romana

Sete meses após a chegada de Ravi, casal celebra segunda gestação e revê ritmo de trabalho

Tamara Gaspar Publicado sexta 7 agosto, 2020

Sete meses após a chegada de Ravi, casal celebra segunda gestação e revê ritmo de trabalho
Em seu quarto, Ravi tem o carinho dos pais e se prepara para ser o irmão mais velho! - Thalita Castanha


É com intensidade, surpresas e um misto de sentimentos e descobertas que Alok (28) e a eleita, Romana Novais (28), têm encarado o seu 2020, mesmo diante das adversidades impostas pela pandemia do coronavírus. O ano já começou com boas notícias, a chegada do primeiro filho, Ravi (7 meses), que fortaleceu ainda mais a união do casal. Envolvidos na missão de papais e sempre planejando os próximos passos, eles acabam de conquistar mais uma vitória pessoal: a segunda gravidez, sete meses após a chegada do primeiro filho. “Ser pai sempre foi meu sonho e, nesse momento de quarentena, meu lado família ficou ainda mais aflorado. Tive mais tempo para estar no meu lar, dando atenção a eles. Vamos aproveitar para criar os dois juntos”, explicou o DJ, com motivos de sobra para festejar o dia dos pais. Atento, ele sabe falar o dia e a hora em que se tornou papai pela segunda vez. “Esse é o resultado da nossa quarentena! Foi feito no dia da live”, disse ele, citando a apresetação on-line que soma mais de 24 bilhões de visualizações nas redes. “Foi planejada! A gente se deu um prazo. Se não engravidássemos até junho, iríamos tentar somente daqui a dois anos. Não imaginei que fosse tão rápido!”, vibrou a médica, no lar, doce lar paulistano da família.

A ansiedade que tomou conta do casal na primeira gestação, agora, é substituída pela calmaria e certeza de que, em breve, Ravi terá um parceiro, ou parceira, para brincar e dividir as doces experiências da infância. “Sinto muita diferença entre as duas gestações. Tive enjoos, porém bem menos que da primeira vez e também tive menos alterações de humor. Estou mais tranquila porque não tenho tantas incertezas, já não é tudo novidade”, comparou Romana. “O amor não se divide nunca, só se multiplica. Minha expectativa é para saber o sexo, se menino ou menina”, avisou Alok, que arrisca um palpite: menina! “Sempre quis ser pai de menino e menina, então ficarei feliz independente do que vier. Se vier menino, mais para frente eu tento uma menina”, destacou ele.

Enquanto a família não se transforma em quarteto, o casal volta o olhar para Ravi. “Dá para ver que Ravi tem personalidade forte. É muito carinhoso e sentimental”, contou Romana, que se descobriu uma nova mulher após a maternidade. “Tive muitas dúvidas, mas hoje me sinto segura. Não é mentira quando dizem que mãe sente... isso facilita demais. Nossa conexão é surreal”, explicou ela. Para Alok, o sentimento não é diferente. “Além da responsabilidade, dos desafios e dos obstáculos novos, ser pai é uma inspiração muito grande. Mudou minha ótica em relação a enxergar o mundo no futuro, porque o futuro é para o meu filho, eu fiquei em segundo plano”, completou ele.

Juntos há seis anos, sendo quase dois de casados, Alok e Romana encaram com leveza a mudança de rotina, afinal, agora, as decisões não envolvem apenas o casal, mas também o pequeno. “A gravidez e o Ravi é que definem como será a nossa rotina e a gente se adapta. Nosso tempo como casal tem sido dedicado a ele, mas sobra tempo para nós estarmos juntos. Romana é parceira, minha melhor amiga e conciliamos tudo”, assegurou o astro, tecendo elogios à amada. “Sempre soube que Romana seria uma excelente mãe. Por isso, inclusive, que sabia que queria casar e construir uma família com ela”, derreteu-se ele. “Alok é um paizão! Brinca bastante e me ajuda quando recorro a ele no dia a dia”, retribuiu ela, sem neuras com as mudanças do corpo. “Eu me cuido e faço minha parte, mas não fico bitolada e nem coloco a questão estética em primeiro lugar. Muita gente me questiona sobre o meu corpo e, realmente, não tive muitas mudanças no pós-parto, mas confesso que minha genética me ajuda. Na gravidez do Ravi, engordei 7 kg, é meu metabolismo”, ponderou ela, com barriguinha discreta.

A educação de Ravi é pauta constante nos diálogos do casal e o maior desejo é deixá-lo preparado para encarar o mundo. “Eu quero que ele tenha personalidade, quero construir um homem ‘desconstruído’, íntegro e honesto”, apontou o papai, cuja linha de pensamento é compartilhada pela eleita. “Vou ensinálos a pensar no coletivo, ter um olhar solidário e colocar a verdade em tudo que fizerem”, emendou ela.

Considerado um dos maiores DJs do mundo, Alok nunca fez sucesso por acaso. Por conta do distanciamento social, mesmo sem poder ecoar suas batidas nos corações das multidões que reunia nos shows, o artista segue criando e desenvolvendo seu talento. Seu mais recente lançamento é a nova versão do hit Te Boté, em parceria com Axel Cooper e Stefy De Cicco. “Sinto falta da conexão das pessoas, mas por outro lado foi bom para refletir sobre vários aspectos da minha vida. Tem sido um tempo
importante para minha estabilização
”, avaliou ele, cuja lição da quarentena é desacelerar. “Quando tudo voltar ao normal, eu não quero ter mais aquela vida que tinha antes, aquela loucura... Eu sinto o tamanho da responsabilidade que tenho como pai e quero poder sempre estar presente. Acho que tenho me saído bem!”, falou ele, que já levou suas músicas aos quatro cantos do mundo.

Reduzir o ritmo também significa traçar novos planos ao lado da amada. Mais filhos, claro, estão na lista de sonhos. “Gostaríamos de ter três biológicos. Alok também fala em adoção e eu gosto da ideia”, adiantou Romana.

Último acesso: 28 Sep 2020 - 22:22:50 (359598).

TV CARAS