revista Revelação

Romana e Alok: um mundo azul e rosa

Com Ravi, o casal comunica com charme a espera de uma menina

Com Ravi, o casal comunica com charme a espera de uma menina Publicado sexta 21 agosto, 2020

Com Ravi, o casal comunica com charme a espera de uma menina
O casal faz brincadeira momentos antes da descoberta e posa junto - Thalita Castanha

A fumaça cor-de-rosa provocada por fogos de artifício lançados em um prédio vizinho anunciou as boas novas a Alok (28) e sua Romana (28): é uma menina! À espera do segundo bebê, o casal preparou um chá revelação bastante ousado, realizado na presença de poucos integrantes da família, durante as primeiras horas da manhã. A brincadeira da descoberta do sexo do novo herdeiro consistia em estourar uma série de balões que espalharia confetes coloridos. No último, porém, surpresa: não havia nada! A graça estava na fumaça que surgiu dos fogos no céu... “Uma surpresa inesquecível”, entrega o DJ. Pais do pequeno Ravi, de 7 meses, Alok e Romana avisaram que a família ia aumentar no início de julho. “Esse é o resultado da nossa quarentena! Foi feito no dia da live”, disse ele, citando a apresentação on-line que soma mais de 24 bilhões de visualizações nas redes. “Foi planejada! A gente se deu um prazo. Se não engravidássemos até junho, iríamos tentar somente daqui a dois anos. Não imaginei que fosse tão rápido!”, vibrou a médica.

No quarto mês de gestação, Romana já reconhece algumas divergências entre a gravidez do primogênito e esta. “Sinto muita diferença entre as duas gestações. Tive enjoos, porém bem menos que da primeira vez e também tive menos alterações de humor. Estou mais tranquila porque não tenho tantas incertezas, já não é tudo novidade”, comparou ela, dizendo ainda que se descobriu uma nova mulher após a maternidade. “Tive muitas dúvidas, mas hoje me sinto segura. Não é mentira quando dizem que mãe sente... Isso facilita demais. Nossa conexão é surreal”, explicou. Para Alok, o sentimento é de felicidade extrema. “O amor não se divide nunca, só se multiplica. Sempre quis ser pai de menino e menina”, declarou ele.

Agora, todas as incertezas e inseguranças vividas na chegada do primogênito deram lugar à confiança e à alegria em saber que, em breve, Ravi terá uma grande companheira. “Sempre soube que Romana seria uma excelente mãe. Por isso, inclusive, que sabia que queria casar e construir uma família com ela”, derreteu-se o DJ. “Alok é um paizão! Brinca bastante e me ajuda quando recorro a ele no dia a dia”, retribuiu a médica.

Juntos há quase seis anos, sendo dois de casados, atualmente, a prioridade são os cuidados com o pequeno e fofo Ravi. “Nosso tempo como casal tem sido dedicado a ele, mas sobra tempo para nós estarmos juntos. Romana é parceira, minha melhor amiga e conciliamos tudo”, explicou Alok, que quer preparar o menino para enfrentar qualquer adversidade. “Eu quero que ele tenha personalidade, quero construir um homem ‘desconstruído’, íntegro e honesto”, apontou o papai, cuja linha de pensamento é compartilhada pela eleita. “Vou ensiná-los a pensar no coletivo, ter um olhar solidário e colocar a verdade em tudo que fizerem”, emendou Romana.

Seguindo com sua agenda de apresentações pausada por conta da pandemia, Alok já planeja o futuro após a chegada da caçula. “Quando tudo voltar ao normal, eu não quero ter mais aquela vida que tinha antes, aquela loucura... Eu sinto o tamanho da responsabilidade que tenho como pai e quero poder sempre estar presente. Acho que tenho me saído bem!”, disse ele, que, no futuro, deve ter outros filhos. “Gostaríamos de ter três biológicos. Alok também fala em adoção e eu gosto da ideia”, adiantou Romana.

Último acesso: 05 Dec 2020 - 21:15:50 (361003).

Leia também

TV CARAS