Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Revista / Exclusiva

Leandro Lima e Flávia Lucini apresentam o filho, Toni

Ao lado da esposa e do filho caçula, Leandro Lima fala sobre a família e o sucesso como o Levi na novela Pantanal: 'Este foi um dos personagens mais importantes da minha carreira'

Por Mariana Silva Publicado em 22/07/2022, às 14h26

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Leandro Lima e a esposa, Flávia Lucini, com o filho, Toni - Fotos Paulo Santos
Leandro Lima e a esposa, Flávia Lucini, com o filho, Toni - Fotos Paulo Santos

Muito esperada, a chegada do pequeno Toni trouxe ainda mais felicidade para Leandro Lima (40) e Flávia Lucini (33), que vivem uma intensa e gostosa aventura iniciada ainda no nascimento do pequeno: há um mês e meio, apesar de programarem um parto maravilhoso, o bebê nasceu dentro do carro, a caminho do hospital. “A gente se planeja para muita coisa, mas, no fim, tudo acontece como tem que acontecer”, reflete o ator.

Passada a surpresa, na rotina do casal, pouco mudou. “Como ele ainda é um bebê muito pequenininho, dorme bastante. São mais ou menos 18 horas por dia, Toni é muito tranquilo... A única coisa que mudou em nossa dinâmica foram as horas de sono durante a noite e o tempo que levamos para nos preparar quando precisamos sair de casa”, detalha o ator, que esteve com a família no Hotel Ort, em Campos do Jordão, São Paulo, durante a temporada CARAS Inverno. “Adoramos a viagem. O clima estava supergostoso, o hotel é perfeito e tivemos uma recepção ótima. Uma pena ter sido tão rápido, mas valeu demais! Toni adorou o balancinho do carro, então agora estamos certos de que poderemos fazer viagens assim mais vezes”, comenta Leandro. 

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

De férias desde que encerrou o trabalho como o vingativo e perigoso peão Levi, em Pantanal, o ator tem aproveitado ao máximo as novas descobertas da paternidade. Pai de Giulia (21), ele garante que, embora tenham se passado muitos anos desde o nascimento da primogênita, tirou os cuidados de Toni de letra. Tanto que pouco percebe as diferenças de gênero nas responsabilidades diárias. “Se pensarmos em tempo, é como se fosse outra vida, apesar de eu lembrar muita coisa de quando a Giulia era pequena. Só tem sido diferente, pois hoje temos mais informações, consequentemente, somos mais preocupados e mais conscientes”, avalia. “Claro que isso também tem a ver com maturidade. Para mim, ser pai de menino ou menina não tem muita diferença, pois em ambos os casos é preciso ensinar respeito, dar amor, atenção... Acho que meninas usam mais acessório. O restante é bem parecido”, completa, aos risos.

Para Flávia, que enfrenta com maestria o puerpério, a experiência da maternidade se tornou mais calma e gratificamente por conta de todo o auxílio do amado. “O Lê é mais experiente que eu, então acabo tirando algumas dúvidas. Ele está mais atencioso, troca fralda, dá banho, acorda antes para preparar o café da manhã para mim, tem sido bem presente, e ainda mais responsável”, elogia a modelo. 

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Embora fora do ar por conta da morte de seu personagem, que foi devorado por piranhas, Leandro define o trabalho em Pantanal como um divisor de águas em sua carreira e celebra a chance de ter participado da grande produção, inspirada na obra original, exibida pela primeira vez em 1990. “Só tenho a agradecer por ter feito parte de algo tão emblemático e que fez tanto sucesso no passado. Já esperava que fosse um sucesso, porque a expectativa para o remake era bastante grande”, relembra. Para interpretar Levi, ele preferiu não acompanhar a história antiga. “Dei uma olhada em algumas cenas, mas nada sobre o Levi, pois tinha receio de atrapalhar o meu trabalho. Lembro que desde a primeira vez que li o roteiro já gostei, mas foi no decorrer da novela que fui me apaixonando ainda mais pela história”, declara ele, que elege o momento como o mais marcante de toda a sua trajetória profissional. “Sem dúvida, este foi um dos personagens mais importantes da minha carreira. Tanto por conta da abrangência quanto pela fase de maturidade cênica a que cheguei”, diz ele, que soma quase 20 anos de carreira. “Ao longo de minha caminhada, fui me lapidando como ator, até chegar ao momento em que olho para desempenho e percebo que é um trabalho muito mais maduro”, afirma ele. 

Em constante aprendizado, Leandro programa os próximos passos profissionais e garante que a chegada da idade não é um problema. “Me sinto superjovem. Esse peso que colocam nos 40 ano é só um grande mito. A juventude está na nossa cabeça e eu estou na minha melhor idade”, pontua ele, que adianta os futuros planos. “As gravações acabaram, mas o trabalho continua. Como ator, nunca posso parar de inovar”, diz o galã.

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Leandro Lima com a esposa e o filho caçula

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!