Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Iran Malfitano "brinca" em família

Passeio lúdico de Iran Malfitano com sua Elaine e a doce Laura

Redação Publicado em 08/01/2013, às 15h13 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Prestes a voltar à televisão com a minissérie bíblica José do Egito, da Record, Iran se diverte com as
mulheres de sua vida nos brinquedos do parque. - Gabriel Chiarastelli
Prestes a voltar à televisão com a minissérie bíblica José do Egito, da Record, Iran se diverte com as mulheres de sua vida nos brinquedos do parque. - Gabriel Chiarastelli

Desde a chegada da herdeira, Laura (1), os passeios de Iran Malfitano (31) e Elaine Albano (31) têm um denominador comum: arrancar sorrisos da princesa do casal. Durante tour pelo Beto Carrero World, em Penha, Santa Catarina, não foi diferente. “É a primeira vez que trazemos Laura aqui e ela adorou. Se divertiu muito no carrossel e com os pergonagens do desenho Madagascar, como os pinguins e a hipopótamo Glória”, diz Iran. “Na verdade, ela já visitou o parque quando estava na minha barriga! Viemos quando eu estava com cinco meses de gravidez”, lembra Elaine. Para os pais, os programas em família são prioridade. “É difícil reservar um tempo para nós dois! Às vezes, conseguimos fugir e ir ao cinema ou barzinho. Nós ainda não nos acostumamos com a ideia de nos separarmos dela”, fala o ator. Prestes a voltar às telinhas com a minissérie bíblica José do Egito, da Record, cuja estreia está prevista para o fim deste mês, o mineiro se mostra satisfeito com os rumos da carreira. “A equipe tem muito cuidado com esse trabalho e a expectativa é a melhor possível. Serei Hapu, um servo sem muito caráter”, adianta ele, animado.

– A rotina de vocês se divide em antes e depois de Laura.

– Iran – Acho que nasci para ser pai. Era um desejo de muito tempo. A gente acaba se acostumando, pois nossa vida, agora, é ela. Hoje não é o que a gente gosta de fazer, mas sim o que a Laura pode fazer e o que ela gosta. Então, acho que nesse sentido a gente está bem adaptado com a situação. E está ótimo, eu estou apaixonado pela minha filha.

– Elaine – Ser mãe é o maior amor do mundo, mas não é fácil. Uma responsabilidade muito grande, tenho de estar ligada 24h. A gente não dorme e não come direito, ser mãe é isso.

– No começo, o que foi mais difícil para vocês como pais?

– Iran – Ficar sem dormir. Eu funciono com fome, sede, mas com sono, não. Eu levantava para ajudar, mas a Nany dizia para eu ir dormir, que não tinha o que fazer. Mas eu não conseguia ouvir ela chorar e ficar na cama, mesmo que você não possa fazer nada, tem de estar ali dando auxílio.

– Elaine – Difícil é quando ela fica doente. Não durmo. Se está gripada, me preocupo. Se está com febre, então, eu piro.

– Pretendem ter outro filho?

– Elaine – Agora não.

– Iran – Por enquanto, vamos esperar a Laura crescer um pouquinho. Eu não gostaria de demorar muito, pois quero que meus filhos cresçam juntos e sejam amigos.

– Com quem acham que a Laura é mais parecida?

– Iran – Com os dois, são 23 cromossomos de cada um, acho que está bem divididinho. Ela tem algo muito parecido com Elaine, o jeito de dormir. Dorme com a mão posta para dentro, próximo ao peito. Você se reconhecer em outro ser humano é incrível. Eu adoro.

– Como a educam?

– Iran – Temos um consenso para educar. A hora que um fala alguma coisa, o outro apoia. Não divergimos na frente dela, até por que acho que Laura está muito novinha e aprende o que é para aprender e o que não é para aprender. A gente tem de ter muito cuidado.

– Quem é o mais coruja?

– Iran – Acho que eu ‘lambo’ mais. Deixei o lado carrasco para a mãe! Com essa carinha da Laura, o que um pai não faz? Faz tudo! E eu já falei, pode tudo.

– A Laura uniu mais vocês?

– Iran – Filho é incrível e se reconhecer no filho é fantástico. Não é simplesmente uma vida que depende de você. Quando eu deixo ela na creche eu digo ‘Estou deixando meu coração com vocês. Cuidem bem dele!’. Tudo que fazemos pensamos nela, mesmo que não esteja conosco naquele momento. Ela nos uniu muito.

– Iran, se Laura quiser ser atriz, você vai apoiá-la?

– Iran – Quero que seja feliz acima de tudo. Se escolher o meio artístico, quero que compreenda o que é ser artista, que não queira só aparecer na TV. É um ofício muito bonito, somos formadores de opinião. Temos uma responsabilidade grande, ainda mais em um País como o nosso. Se ela quiser, vou dar todo o apoio do mundo, da mesma forma que meu pai me deu. A gente tem filho para o mundo, não tem filho para a gente. Vou apoiar, financiar, vou fazer tudo que tiver ao meu alcance. Minha felicidade é o futuro dela.

– Quais programas mais curtem fazer em família?

– Iran – Uma coisa que ela está adorando é piscina, adora água. Fomos para um hotel, entramos na água com ela e não dava vontade de sair. Ela se divertiu muito. Por enquantwo, ela é muito nova, mas acho que ela vai gostar de praia, porque eu e a mãe gostamos. Ainda evitamos um pouco esses programas, ela é muito branquinha, mas daqui um tempo vamos curtir muito com ela.

– Elaine –Também gostamos muito de leva-lá ao shopping center, aos parquinhos e a locais que tenham brinquedos.