Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Revista / Entrevista

Edson Celulari comemora 45 anos de carreira: ‘Cheio de vontades e sonhos'

De volta às novelas, o ator Edson Celulari analisa trajetória e avisa: ‘Quero chegar aos 100 anos trabalhando'

por Tamara Gaspar

tgaspar@caras.com.br

Publicado em 04/12/2023, às 09h02

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Edson Celulari em entrevista na Revista CARAS - FOTOS: MARCIO FARIAS
Edson Celulari em entrevista na Revista CARAS - FOTOS: MARCIO FARIAS

Eterno galã da teledramaturgia brasileira, Edson Celulari (65) acaba de completar 45 anos de carreira e se tem algo que ele aprendeu ao longo dessa trajetória foi a importância de estar em constante transformação. “Estar vivo é igual andar de bicicleta: você só se equilibra em movimento. Sou um cara que tem o pé no chão, que se adapta às novidades. O Edson de hoje é um Edson melhor, um cara feliz, que tenta não perder a vontade de aprender, a curiosidade continua em mim e não tenho medo do trabalho”, fala o ator, em entrevista exclusiva para CARAS, no Rio. “O Edson está cheio de vontades, sonhos e projetos. Isso nos mantêm vivos e em alerta”, emenda ele.

De volta às novelas após hiato de cinco anos, Edson tem brilhado na pele de Nero, da global das 7, Fuzuê. “Eu adoro fazer novelas. Quando entrei no estúdio e percebi todo aquele ambiente, o clima, as
pessoas, elenco, técnicos, refletores, foi uma alegria. E ainda tem o reencontro com a linguagem e com o público”, diz ele, que, apesar da pausa na telinha, não ficou parado. “Fiz filmes, séries... pretendo ter uma vida longeva e quero chegar aos 100, 120 anos, trabalhando, decorando meu texto, tentando não tropeçar nos móveis e tendo discernimento das coisas!”, avisa o artista, bem-humorado. “Novela é um trabalho coletivo, não se faz sozinho. Tem muita gente nova, que eu nem conhecia, uma mescla de gerações, e essa troca é importante”, aponta ele.

E não foi só o ator que se transformou com o tempo. Consciente, Edson ainda destaca as mudanças na profissão. “O mundo está em constante mudança e não seria diferente no nosso setor, por exemplo, a chegada do streaming. Antes, a TV aberta era o relógio das famílias, principalmente as novelas, que têm um papel social tão importante. As pessoas marcavam compromissos se medindo pela programação da TV, mas o streaming trouxe a possibilidade de a pessoa escolher sob demanda. O produto, porém, é o mesmo e, para nós que produzimos o conteúdo, é mais ou menos tudo igual”, analisa ele, que em janeiro estreia o longa Nosso Lar 2: Os Mensageiros, inspirado na vida de Chico Xavier (1910-2002). “O filme possibilita um mergulho sobre o ser humano e a capacidade de se tranformar para melhor”, adianta ele.

Realizado na vida e na arte, Edson é direto ao dizer de onde vem parte de sua vitalidade: da caçula,Chiara (1), da união com Karin Roepke (42). “É sempre uma alegria ter uma criança em casa”, completa o ator, ainda pai de Enzo (26) e Sophia (20), com a ex, Claudia Raia (56). A pequena, porém, ainda não acompanha o papai na TV. “Ela está em formação, em um momento de interagir com tudo que está ao redor dela. Mais para frente, quando ela estiver lambuzada da relidade e aprendido várias coisas, nós vamos introduzir a tela com parcimônia”, explica o dedicado papai.

Edson Celulari em entrevista na Revista CARAS

Edson Celulari em entrevista na Revista CARAS

FOTOS: MARCIO FARIAS; STYLING: SAMANTHA SZCZERB; BELEZA: DAIANE MARTINS; VIDEO: ANDRÉ IVO E AGRADECIMENTOS: AMIL CONFECÇÕES E RAFFER

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!