Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Divas brilham na festa do Oscar

Glamour e talento na noite mais emblemática do cinema mundial

Redação Publicado em 26/02/2013, às 10h44 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Anne Hathaway, de Prada e joias Tiffany & Co. Adele, de Jenny Packham e joias Harry Winston. Jennifer Lawrence, de Dior Haute Couture e joias Chopard. - -
Anne Hathaway, de Prada e joias Tiffany & Co. Adele, de Jenny Packham e joias Harry Winston. Jennifer Lawrence, de Dior Haute Couture e joias Chopard. - -

Em meio a novidades tecnológicas, extraordinários efeitos especiais e recursos inconcebíveis até poucos anos atrás, a tão falada “magia do cinema” de novo se fez presente na sua forma mais singela, realizando sonhos na mais importante noite do ano em Hollywood. Em questão de horas, alguns homens e mulheres tiveram suas vidas transformadas e foram elevados ao patamar de deuses em uma cerimônia pontuada por surpresas, emoção e amor à sétima arte. A entrega do 85º Oscar foi memorável para quem terminou a noite com a estatueta na mão, mas fez ainda a alegria de quem participou da festa de alguma forma, seja circulando no red carpet ou conferindo seus ídolos pela TV.

O frenesi começou na região do Dolby Theatre por volta das 14h30, horário de L.A. A premiação começaria em três horas, mas diante da massiva quantidade de fotógrafos, câmeras e jornalistas nos 152m de extensão do tapete vermelho, os astros sabem que cada minuto é precioso. “Arrumei-me em casa com minha família à volta. Foi muito corrido, não deu tempo de comer. Estou morrendo de fome”, brincou Jennifer Lawrence (22). Horas depois, ela nem lembrava do estômago vazio, ao ser consagrada Melhor Atriz por O Lado Bom da Vida. Ao subir a escada para receber o prêmio, Jennifer tropeçou no vestido e caiu, mas após o que pareceram intermináveis segundos, se recompôs e fez valer a velha máxima de Hollywood: The show must go on.

Mesmo traída pelos degraus, Jennifer figurou entre as belas que optaram por tons claros, como Anne Hathaway (30), Charlize Theron (37), Zoe Saldana (34) e Amanda Seyfried (27). “Às vezes, realmente sinto-me como uma princesa”, suspirou Charlize sobre a oportunidade de usar looks exclusivos em noites como esta. “Não sabia o que iria usar até três horas atrás. Não porque deixei para a última hora, mas por muito trabalho. Tenho 30 anos, me sinto com 30 anos nele e isso é muito bom”, afirmou Anne sobre seu longo rosa claro, fotografado à exaustão no red carpet e também no palco, já que a nova-iorquina venceu como Melhor Atriz Coadjuvante, por Os Miseráveis. O look, no entanto, foi o grande divisor de opiniões da noite no quesito fashionista. Quem gostou, defendeu a modernidade minimalista do modelo. Os outros, “acusaram” a cor pálida, que não realçou a pele já bem alva da atriz e a geometria dos recortes, que não valorizava o busto e as curvas da esguia Anne.

Jessica Chastain (35), Renée Zellweger (43) e Catherine Zeta-Jones (43) não arriscaram: investiram no dourado. “Amo cinema e quando vi este vestido achei que era bem ‘Feliz aniversário, Sr. Presidente’. Lembrou-me o antigo glamour hollywoodiano. Provei muitos, sou viciada em moda, mas foi difícil escolher”, entregou Jessica, uma das mais chiques da noite. “Foi uma surpresa. Ela ficou se arrumando por um bom tempo, mas só fui vê-la pronta 15 minutos antes de sairmos. É preciso dar espaço para a mulher”, brincou Michael Douglas (68), orgulhoso da beleza da amada, Catherine. A galesa, aliás, deixou o público de queixo caído também com a performance no palco ao cantar e dançar um número do musical Chicago, que lhe valeu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 2003.

Contempladas com a estatueta em anos anteriores, Nicole Kidman (45) e Sandra Bullock (48) prestigiaram a cerimônia como apresentadoras e demonstraram classe atemporal em lindos vestidos metalizado e rendado, respectivamente. “Vou anunciar três dos filmes indicados a melhor do ano e estou nervosa”, avisou Nicole, que teve a ajuda do marido, Keith Urban (45), para escolher o look. “Não era o preferido das meninas, acho que era brilho demais para elas”, emendou Nicole, rindo, sobre as filhas, Sunday (4) e Faith (2).

Halle Berry (46), uma das poucas a optar por mangas longas, deu brilho extra à homenagem aos 50 anos dos fi lmes de 007. “Tenho orgulho de fazer parte de uma franquia e hoje é uma noite espetacular. Queria vir vestida de Bond Girl e esse foi o look que Donatella Versace criou”, contou Halle, musa do lendário espião no longa 007 – Um Novo Dia para Morrer, de 2002. A celebrada franquia ainda rendeu aplausos à inglesa Adele (24), que faturou o Oscar de Melhor Canção Original por Skyfall, de 007 – Operação Skyfall.

Entre as que escolheram cores vibrantes, destaque para Jennifer Aniston (44), de vermelho, Jane Fonda (75), de amarelo, e Reese Witherspoon (36), Helen Hunt (49) e Quvenzhané Wallis (9), de azul. Enquanto Quvenzhané, a mais jovem indicada na principal categoria de atuação na história do Oscar, encantou com sua bolsa de cachorro de pelúcia, Helen surpreendeu com longo by rede de fast-fashion. Se o preço do traje era modesto — cogita-se entre 80 e 200 dólares —, o mesmo não se aplicava às joias: 700000 dólares em colar, pulseira e broche. Naomi Watts (44) também não deixou por menos, com diamantes de 1,5 milhão de dólares. Mesmo sem o anel de noivado, Stacy Keibler (33) exibiu desejadíssimo “acessório”: George Clooney (51). “Ajudei a costurar muitos desses vidrilhos”, brincou, sobre o look da amada. Produtor de Argo, Clooney celebrou a consagração do longa como Melhor Filme com Ben Affleck (40), diretor e ator. Já Daniel Day-Lewis (55), Melhor Ator por Lincoln, fez o mais divertido discurso da gala. “Fui a segunda opção do diretor, Spielberg. A primeira era Meryl Streep”, disse ele, causando riso.