Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Revista / Veja Também

Preta Gil sacode a Ilha com mix de ritmos

Vips aplaudem o show de pré-lançamento de DVD e degustam menu mediterrâneo

Redação Publicado em 19/01/2010, às 16h57 - Atualizado em 07/06/2012, às 23h26

A cantora comanda plateia formada por Tatyana Barros, Leonardo Miggiorin, Natasha Haydt, Rachel Ripani, as irmãs Rayssa e Paloma Bernardi, Ingra Liberato e Fernanda Carvalho.
A cantora comanda plateia formada por Tatyana Barros, Leonardo Miggiorin, Natasha Haydt, Rachel Ripani, as irmãs Rayssa e Paloma Bernardi, Ingra Liberato e Fernanda Carvalho.
Fenômeno nacional, o espetáculo Noite Preta, comandado pela cantora Preta Gil (35), fez ferver em animação a Ilha de CARAS. Com pocket show exclusivo de pré-lançamento do seu DVD, ela arrebatou convidados como os atores de Viver a Vida Leonardo Miggiorin (28), Paloma Bernardi (24) e Cecília Dassi (20), além de Rachel Ripani (34), que brilhou em Caras & Bocas, brindados também com almoço preparado pelo holandês Gabriel Fleijsman (43), chef do navio Pink Fleet. Empolgados, os vips cantaram, dançaram, pularam e suaram a cada hit mostrado pela filha do cantor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil (67). No repertório, sucessos próprios, como Sinais de Fogo, Tempos Modernos, de Lulu Santos (56), Uma Noite e Meia, de Marina Lima (54), Baba Baby, de Kelly Key (26), e o hit da internet Cross Fox, de Sthefany. "Antigamente, quando se falava em MPB, já vinha à cabeça logo a bossa nova, algo cult. Mas, na verdade, nossa música popular é a que está na boca do povo. O Brasil é múltiplo, com ritmos diferentes, cada um com sua força. Meu pai diz que sou uma espécie de embaixadora da MPB ao fazer esse intercâmbio", disse Preta Gil. Desde 2007, quando idealizou esse trabalho, seu público não parou de crescer. Das primeiras apresentações semanais no Cinemathèque, Rio, com 200 pessoas, ela ganhou espaço na boate carioca The Week, onde passou a receber público de mais de 3000. Nessa mesma casa noturna, ela fará todas as quintas-feiras ensaios para seu bloco A Coisa Tá Preta, que sai dia 7 de fevereiro em Ipanema. "A Preta é uma deusa no palco. Até uma pessoa com baixo astral se anima", constatou Rachel. "Além de ter ginga, a música está no corpo dela", emendou Ingra Liberato (43), em cartaz no Teatro Fashion Mall, Rio, com a peça Inimigas Íntimas, ao lado de Fernanda Carvalho Leite (35). Com a nova namorada, Marisy Idalino (25), a mãe, Neide Prado (65), e a assessora Sylvia Goulart (40), o ator Rodrigo Phavanello (32) também se empolgou. "Ela é uma mulher show", elogiou ele, no elenco de Ribeirão do Tempo, da Record, com estreia em fevereiro. Durante o hit Mulher Brasileira (Toda Boa), do grupo Psirico, a cantora convocou para requebrar Natália Anderle (23), Miss Brasil 2008, e a atriz Andressa Oliveira (21), ex-participante do reality A Fazenda. "Brinquei com os músicos que nunca fizemos um show com tanta mulher linda por metro quadrado. Era um paredão", comentou Preta, conhecida pelas apresentações marcadas pelo bom humor. "Meu corpo ninguém quer beijar. Mas tenho carne, sou uma mulher rodízio. Aqui tem alcatra, coxão mole... (risos)", disse ela, que se apresentou com os músicos Fábio Lessa (38), direção musical e baixo, Adal Fonseca (37), bateria, e Ricardo Marins (33), guitarra, arrancando gargalhadas. "Criei uma personagem para o palco. Já na primeira música, tento detectar com quem vou ter um elo na plateia para brincar. E, não há explicação, posso estar de mau humor, com dor, mas ali é só felicidade", contou, sob o olhar orgulhoso do marido, Carlos Henrique Lima (32), o Cacau. Na Ilha, Preta aproveitou ainda para mostrar a nova composição, Meu Valor, que estará em seu DVD, com lançamento em março. "A letra diz: 'Eu vou seguir o meu valor, eu vou seguir o meu calor. O que eu falo, o que eu penso, eu não peço por favor. Vou seguir o meu pensar, vou seguir quem eu quiser amar. Não tenho como fugir, não tenho como fingir, porque eu sou Preta", ensinou a cantora. "A ideia do Noite Preta é acabar com o preconceito em relação a tudo, a gosto, estilo musical. Assim, também quebra outras barreiras. Aqui não tem essa de a pessoa ser hétero ou gay, rico ou pobre", completou ela, que ganhou ainda aplausos da DJ Tatiana Fontes (32), da atriz Marcela Tinti (28), da modelo Bia Arantes (16) e da assessora da 40 Graus Models, Julia Morales. As atrizes Anna Markun (34), Gabryella Fercia (23) e Pérola Faria (17), com a amiga Nathália Oliveira (16), o empresário Felipe Carauta (22), o modelo Caco Ricci (31) e o casal Fernando Jr. (25) e Ana Carolina Dias (22), a Caru de Viver a Vida, se encantaram também com as delícias servidas pelo chef Gabriel e as bebidas, como o vinho tinto Cefiro Cabernet Sauvignon, importado pela Casa Flora. No menu, saboreado ainda pelas atrizes Natasha Haydt (24) e Tatyana Barros e pela publicitária Marina Farhud, do marketing corporativo da Nivea, uma mistura de influências da cozinha francesa e brasileira. "Os pratos são minha cara. Tudo com tempero bem equilibrado", elogiou Sophia Abrahão (18). A atriz Isabel Mello (21), intérprete da personagem Lívia de Viver a Vida, também aprovou. "Não me privo de nada. Sou magra e faço dieta para engordar. Malho para ganhar massa muscular", contou ela, que mede 1,68m e pesa 47 quilos. Sucesso na trama global das 8 de Manoel Carlos (76), Paloma Bernardi mostrou-se radiante. "É um cardápio refinado. Me senti uma verdadeira rainha. Além de estrear na Ilha, assisti ao meu primeiro show do ano, e foi da Preta Gil. Extravasei de tanto dançar", celebrou ela com a irmã Rayssa (18). Confira a energia de Preta Gil na TV CARAS: