revista Política

Bolsonaro viaja à China com missão de unir laços

Em Pequim, presidente do Brasil se reúne com Xi Jinping e observa diferentes hábitos e costumes

Revista CARAS Publicado terça 5 novembro, 2019

Em Pequim, presidente do Brasil se reúne com Xi Jinping e observa diferentes hábitos e costumes
Na capital, Pequim, Jair Bolsonaro se encontra com o presidente chinês, Xi Jinping - Isac Nóbrega/PR

Após passar pelo Japão, onde acompanhou a entronização do imperador Naruhito (59), Jair Bolsonaro (64), desembarcou na China para cumprir agenda política e, de quebra, exercer sua faceta de turista. “Estamos fazendo contato com o empresariado chinês para investir no Brasil. Nosso País se transformou em uma grande oportunidade para o mundo todo investir e a palavra-chave é a confiança”, atestou o presidente, que teve encontro com o líder do país asiático, Xi Jinping (66), na capital chinesa, Pequim.

“Hoje, nós podemos dizer que uma parte considerável do Brasil precisa da China. E a China também precisa do Brasil”, ressaltou Bolsonaro, que presenteou o presidente com camisa do Flamengo, time que está na final da Copa Libertadores da América. “Como o esporte, em especial o futebol, nos une, tenho certeza que 1,3 bilhão de chineses serão Flamengo na final”, justificou o mandatário.

Na Praça da Paz Celestial, o capitão fez jus ao seu histórico militar ao passar em revista a Guarda de Honra do Exército Chinês. De quebra, foi saudado por crianças que agitavam flores e bandeiras. “Uma das recepções mais fantásticas da minha vida. Simplesmente emocionante”, definiu Bolsonaro.

Parada obrigatória para quem visita o país, a Muralha da China integrou o roteiro do presidente. O passeio foi acompanhado pelos ministros Bento Albuquerque (61), Osmar Terra (69), Ernesto Araújo (52), Tereza Cristina (65) e Augusto Heleno (72). “Estava ansioso por esta visita porque temos na China nosso primeiro parceiro comercial e me interessa muito fortalecer este comércio”, frisou ele.

Encantado com a cultura asiática, Bolsonaro só dispensou a gastronomia local, da qual não é simpatizante. “Não gosto da comida à base de peixe, a não ser peixe frito ou ensopado”, avisou ele, que recorreu às lanchonetes e ao clássico e prático macarrão instantâneo, preparado por ele mesmo. Entre seus sabores favoritos estão o de pizza e de churrasco. “Com fome, como qualquer coisa. Mas enquanto tiver miojo, fico no macarrão”, avisou.

Último acesso: 03 Jun 2020 - 19:50:01 (333990).