Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Revista / Agora é Moda

O romantismo de Dhu Moraes

Quarenta anos de TV e sonho com amor sincero

Redação Publicado em 07/12/2009, às 15h10 - Atualizado em 11/12/2009, às 20h26

Na Ilha de CARAS, Dhu, no ar em Caras & Bocas, pega uma flor após admitir que é sonhadora. - Sheila Guimarães
Na Ilha de CARAS, Dhu, no ar em Caras & Bocas, pega uma flor após admitir que é sonhadora. - Sheila Guimarães
Dona de uma visão romântica do amor, Dhu Moraes (56), no ar como a Dirce de Caras & Bocas, não acredita em encontros passageiros. Por isso, há 11 anos, após o fim de seu único casamento, ela está sozinha. "Não gosto de sair beijando várias bocas. Mesmo sem estar fisicamente com alguém, criei paixões platônicas. Com um dos caras, teve um beijo, mas me deu um medo e fiquei amando sozinha", diz ela, que nos anos 70 participou do grupo musical As Frenéticas. Ficar sem um parceiro foi mais difícil no início. Hoje, Dhu afirma que está em paz. "É preciso ter sentimento. Isso tem a ver com criação, é mais forte do que qualquer desejo carnal", avisa ela, que ocupa boa parte do tempo com os amigos e o filho adotivo, Rodrigo (20), pai de seu neto, Gabriel (10 meses). "Tive um mioma no útero aos 38 anos. Após a cirurgia, o médico disse que poderia ser mãe, mas não aconteceu. O amor que tenho pelo Rodrigo me preencheu", garante ela, realizada também na profissão. A trama de Caras & Bocas, na qual concretiza o sonho de ser dirigida por Jorge Fernando (54) e tem "grandes encontros artísticos", chega ao fim em janeiro de 2010, quando completa 40 anos como atriz. Seus primeiros trabalhos foram na peça Alice no Divino País Maravilhoso e na novela Irmãos Coragem. "Fico feliz de ter feito personagens de programas que são um marco, como Tia Nastácia, no Sítio do Picapau Amarelo, e mamãe Dolores, em O Direito de Nascer", ressalta Dhu, que no próximo ano participa de Lê Pra Mim, projeto de leitura para crianças, e da peça Fora de Si.