Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Receitas / Gourmet

COZINHA DE CARAS - Couve-flor orgânica

Redação Publicado em 09/12/2009, às 09h46

Couve-flor orgânica - André Ctenas
Couve-flor orgânica - André Ctenas
Acredita-se que as couves, originárias de Chipre, passaram a ser cultivadas por suas sementes oleosas, não pelas folhas. Com o tempo, o homem aperfeiçoou variedades com objetivos específicos. Interessado nas folhas, desenvolveu a couve comum e o repolho; nos botões, a couve-de-bruxelas; nos caules, a couve-rábano; e, nas flores, o brócolis e a couve-flor. Esta última tem grande importância econômica e seu cultivo exige cuidados para manter a cabeça clara e compacta. Qualquer avaria inviabiliza a comercialização. Isso, aliado ao fato de atrair pragas, faz desta cultura uma das que mais usam defensivos tóxicos. Isso, claro, não ocorre no modelo de produção orgânica. Ele está baseado em princípios que visam à produção de alimentos mais saudáveis e que preservem os recursos naturais e o bem-estar do produtor e do consumidor. Para receber a certificação de orgânico, o produto não pode vir de sementes geneticamente modificadas nem receber pesticidas ou fertilizantes sintéticos. Também tem de ser proveniente de uma agricultura cuja prática não degrade o meio ambiente, respeite o trabalhador e estimule o vínculo do homem com a terra. A couve-flor é usada no preparo de muitos pratos. As flores, depois de aferventadas ou cozidas no vapor, podem ser servidas frias com cubos de bacon fritos, nozes picadas, alho ou tomate. Pode-se ainda prepará-las na forma de refogados ou como picles. Cruas, entram em saladas com molhos picantes ou ácidos. Combinam bem com molhos de tomate, branco ou de manteiga, com mostarda, creme, queijos, outros vegetais e temperos como o orégano e a noz-moscada. A couve-flor é ótimo acompanhamento tanto para aves e peixes como para as carnes vermelhas. SaúdeÉ bom para Pessoas que desejam emagrecer, pois é fonte de minerais e vitaminas importantes e contém baixo teor energético; e o funcionamento dos intestinos, porque tem fibras. É ruim para Ser consumida por pessoas que têm predisposição a flatulências, porque é rica em enxofre, substância que favorece a formação de gazes. Como se escolhe Pode ser adquirida em supermercados, mas, se comprar em feiras de produtores orgânicos, estará mais fresca. Se, no mercado, estiver rotulada como orgânica, veja na embalagem se há menção ao órgão certificador. Nem todo produto orgânico, porém, é certificado. Há os produzidos com os mesmos critérios por associações de pequenos produtores ou na agricultura familiar que não têm condições de bancar a certificação. Escolha couves-flores vistosas, com folhas frescas, cabeça bem fechada, de cor uniforme - dependendo da variedade, pode ser mais branca ou mais amarelada - e pesadas para seu tamanho. Como se prepara Separe a couve-flor em buquês. Lave-os em água corrente. Cubra-os com água misturada com vinagre ou limão (1 col. de sopa para cada litro de água) para que os insetos saiam e possa retirá-los. Faça o mesmo ao usar a couve-flor inteira. Se for consumi-la crua, lave-a da mesma forma, porém aumentando a quantidade de vinagre da água para 1/2 xíc. Para cozinhar, ponha os buquês em água fervente com sal e calcule 5 a 10 min após a água retomar a fervura. Para cozinhar inteira, calcule 10 a 20 min. Para cozinhar no vapor, use cuscuzeira ou panela própria. Quando a água ferver, calcule 5 a 10 min para buquês e 20 min para couves-flores inteiras. Minha Receita Faça couve-flor gratinada ao requeijão. Numa panela, cozinhe rapidamente 1 couve-flor pequena e bonita em água com 1 col. (chá) de sal. Retire do fogo. Escorra. Ponha numa forma refratária de 20 cm de diâmetro untada com 1 col. (sopa) de manteiga. Reserve. Enrole 4 fatias de queijo muçarela em 4 fatias de presunto. Corte os rolinhos em fatias finas e as distribua entre as flores da couve-flor. Reserve. Derreta 2 col. (sopa) de manteiga numa panela média. Doure 4 col. (sopa) de cebola picada. Ponha 1/2 xíc. de requeijão. Mexa bem. Junte 1/2 xíc. de creme de leite fresco. Cozinhe até homogeneizar. Confira o sal. Despeje sobre a couve-flor. Gratine-a no forno quente. Sirva com o acompanhamento de sua preferência. Ficha Técnica 100 g de couve-flor cozida contêm: Calorias - 24,1 Proteínas - 1,87 g Carboidratos - 4,62 g Gordura - 0,177 g Fibras - 2,69 g Vit. A - 14,5 UI Vit. B6 - 0,201 mg Folacina - 51,1 mcg Niacina - 0,551 mg Ác. pant. - 0,122 mg Vit. C - 55,3 Cálcio - 27,4 mg Ferro - 0,419 mg Magnésio - 11,2 mg Fósforo - 35,4 mg Potássio - 323 mg Selênio - 0,654 mcg Sódio - 6,45 m