Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Mônaco garante: Charlene não vai fugir

Representantes do Palácio de Mônaco afirmam que Charlene Wittstock não tentou fugir para África do Sul, na tentativa de desistir do casamento com o Príncipe Albert II

Redação Publicado em 29/06/2011, às 12h12 - Atualizado às 16h39

Príncipe Albert II e a Princesa Charlene Wittstock - Getty Images
Príncipe Albert II e a Princesa Charlene Wittstock - Getty Images

O departamento de relações públicas do Palácio de Mônaco anda às voltas com um boato que começou a circular pela Europa nos últimos dias. Tudo indica que Charlene Wittstock, a ex-atleta que vai se casar com o príncipe Albert II, nos próximos dias, teve um ataque de nervos e pretendeu desistir da boda com o filho de Grace Kelly.

Os boatos começaram na semana passada, quando o jornal francês L’Express publicou que Charlene teria ido ao aeroporto comprar uma passagem só de ida para a África do Sul, seu país de origem. A publicação também afirmou que a noiva estaria decepcionada com recentes descobertas sobre a vida particular do futuro marido, o que a teria feito desistir do casamento.

Determinado a salvar a relação, o príncipe teria enviado uma comitiva atrás de Charlene para convencê-la a ficar em Mônaco e continuar cuidando dos preparativos da cerimônia. A futura princesa aceitou, mas passou a ficar extremamente mal humorada e se comportando mal em reuniões de família.

Christiane Stahl, conselheira-chefe do Príncipe Albert, declarou à revista americana People: “Por favor, acredite em mim, nada disso é verdade, achamos que são boatos inventados por absoluta inveja da felicidade do casal. Charlene nunca foi ao aeroporto, nada disso aconteceu. Ela nunca ficou chateada e nunca quis desistir do casamento.”

Albert Thierry Lacoste, advogado da família real, desmentiu a história ao jornal Le Figaro: “É pura loucura, é tudo mentira... Eu estava com o príncipe e Charlene em Paris há três dias, eu posso prometer que está tudo bem.”