Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Realeza / Maternidade

Meghan Markle vai a evento com vestido justinho e exibe a barriga de grávida

Duquesa de Sussex e o marido, príncipe Harry, estiveram em Melbourne, na Austrália

CARAS Digital Publicado em 18/10/2018, às 09h28 - Atualizado em 22/10/2018, às 16h10

Com vestido justo, Meghan Markle exibe a barriga de grávida - Getty Images
Com vestido justo, Meghan Markle exibe a barriga de grávida - Getty Images

Meghan Markle e o marido, príncipe Harry, estiveram nesta quinta-feira, 18, na Casa do Governo de Melbourne, na Austrália.

Para a ocasião, a ex-atriz optou por um elegante vestido azul marinho, que deixou a barriguinha da primeira gravidez à mostra (veja as fotos na galeria abaixo). 

Durante evento, o duque e a duquesa de Sussex se encontraram com jovens líderes talentosos de toda a região de Victoria, incluindo Hunter Johnson, fundador do The Man Cave, um programa preventivo de saúde mental e inteligência emocional para meninos e jovens. 

Meghan e Harry estão em sua turnê oficial de outono, que irá se estender por 16 dias visitando cidades da Austrália, Fiji, Tonga e Nova Zelândia.

O ANUNCIO DA GRAVIDEZ

novidade do novo bebê real a caminho foi divulgada pelo Twitter oficial do Palácio de Kensington.

“Suas Altezas Reais, o duque e a duquesa de Sussex, têm o prazer de anunciar que ela espera um bebê para a primavera de 2019 (outono no Brasil). Suas Altezas Reais agradecem o apoio que receberam de pessoas de todo o mundo desde seu casamento em maio e estão encantados de poder compartilhar essa feliz notícia com o público", informou o comunicado.

O bebê será o sétimo na linha sucessória da coroa britânica, mas não será oficialmente chamado de príncipe ou princesa. Se for menino, ele provavelmente será conhecido como Conde de Dumbarton — atual designação secundária de Harry. Já se for menina, o natural é que ela seja nomeada Lady Windsor-Mountbatten, já que as normas reais só conferem a hereditariedade do título à linhagem masculina.