O papel do pai na amamentação e a importância de uma rede de apoio para as mães

Celebrando o Dia dos Pais e o Agosto Dourado, Philips Avent levanta a bandeira do aleitamento materno e chega com o Curso #AventDescomplica para Futuros Papais

Publicado quinta 12 agosto, 2021

Celebrando o Dia dos Pais e o Agosto Dourado, Philips Avent levanta a bandeira do aleitamento materno e chega com o Curso #AventDescomplica para Futuros Papais
O papel do pai na amamentação e a importância de uma rede de apoio para as mães - Divulgação

Ao falar de amamentação, a primeira imagem que vem à mente é a da mãe com seu bem mais precioso no colo enquanto o alimenta. Por mais bela que essa cena seja, é importante ressaltar que a tarefa de amamentar é um misto de alegrias e desafios nos bastidores — que não pode ser romantizada e precisa de uma rede de apoio.


Para algumas mães, esse processo acontece sem maiores problemas, mas para muitas a situação é diferente. Ele acaba sendo solitário e penoso, fazendo com que a personagem principal não tenha as condições necessárias para realizar esse ato de amor. Pensando nisso, Eneida Souza, especialista em amamentação parceira da Philips Avent, chega para quebrar tabus e mostrar que pais, parceiros e cônjuges têm um papel fundamental nessa jornada.
Consultora em aleitamento materno formada pela Universidade de Los Angeles, Eneida destaca a importância do cuidado com a mãe, e não apenas com o bebê. “Ela precisa ser acolhida e todos ao seu redor devem participar, proporcionando o suporte necessário. Ao tirarmos um pouco da pressão de cima da mãe, ela tem as condições necessárias para atender as demandas de seu filho”, destaca.

Pais e amamentação: apoio é fundamental


Peça-chave nessa etapa, o pai precisa ser o capitão do time de apoio. De acordo com a pesquisa global da Philips Avent com usuários do aplicativo Gravidez+, 81% das mães afirmam que gostariam de ver seus parceiros mais envolvidos. “Eles precisam chegar junto e apoiar, deixando o ambiente pronto, mantendo a casa arrumada e a comida pronta, por exemplo. Pode parecer pouco, mas isso ajuda muito a mãe a ter tranquilidade e produzir mais leite materno”, afirma Eneida.
A falta de envolvimento dos cônjuges, amigos e familiares acontece por várias razões, como não poder realizar o ato em si, desconhecer o processo e, principalmente, pela falta de informação e orientação. Para desmistificar a amamentação e ensinar como todos podem ajudar, o Curso Avent Descomplica para o Pai, ministrado por Eneida, vem para tirar muitas dúvidas.


Apesar de ser natural que haja um distanciamento do homem por medo de atrapalhar ou de fazer algo errado, isso não pode se tornar um abismo. “O pai que acompanha todo o processo da gestação desenvolve a maternagem. Por mais que ele não possa amamentar naturalmente, ele pode oferecer ao bebê o leite extraído pela mãe com o extrator, dando a ela a oportunidade de descansar, por exemplo”, aponta Eneida. “Com o curso, queremos mostrar o que ele pode fazer de forma prática e fazer com que ele se sinta parte desse momento único”, complementa ela.


Não por acaso, o curso chega no mês dos pais e também levanta uma bandeira que nem todos conhecem: o Agosto Dourado. Assim como outras causas, como o Outubro Rosa, que conscientiza sobre o câncer de mama, a ação ressalta a importância do aleitamento materno. “Não importa por quanto tempo uma mãe amamente, mas, sim, que ela passe pela experiência. E temos de lembrar que isso pode ser realizado de várias formas, como a extração”, explica a consultora. “O leite materno é como gotas de ouro, ricas em nutrientes e essenciais para o desenvolvimento integral do bebê. É daí que vem o dourado, pois ele é tão valioso quanto o próprio ouro”, denota.

Um ato de amor, várias formas de amar


Mostrando que existem diversas formas de oferecer o leite materno, a Philips Avent, marca parceira das mães, pais e bebês, possui respaldo científico e realiza extensas pesquisas para encontrar as melhores soluções. Mais que isso, ela também respeita a escolha de cada família sobre como o processo será feito. Dessa forma, seus produtos também são parte fundamental dessa rede de apoio.


Para Eneida, os acessórios são instrumentos que auxiliam na amamentação e devem ser incluídos já na gestação. “Muitos afirmam que os acessórios não podem ser usados, que a mãe precisa amamentar direto no peito, mas não é verdade. O que falta é pesquisa e informação”, diz. “Por que sofrer quando é possível extrair o leite e armazená-lo para dar ao bebê depois? Muitas mulheres sentem dores intensas e isso pode ser evitado. Muitos obstáculos são colocados antes mesmo da mãe amamentar o bebê”, reforça ela.


Com a tecnologia da Philips Avent, a amamentação se torna um trabalho em equipe e proporciona conforto e facilidade. “Extrator, copos para armazenamento, concha e bolsa térmica de gel para os seios formam um kit essencial”, indica Eneida. “Enquanto o bebê dorme, o leite pode ser extraído e armazenado nos potinhos; a concha da Philips Avent é a única que possui pétala, tecnologia desenvolvida para distribuir a pressão ao redor da auréola, evitando o ingurgitamento, e permite a ventilação, que auxilia na cicatrização de fissuras; a bolsa fria alivia a dor na mama e, quando quente, ajuda a aumentar a produção de leite”, esclarece a especialista, que ressalta que todos têm responsabilidade pelo sucesso da amamentação. 

Último acesso: 22 Oct 2021 - 17:13:45 (397182).

Leia também

TV CARAS