Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Publicidade / Fashion Tendências

Veja os looks mais polêmicos das semanas de moda outono-inverno, segundo Rapha Mendonça

O stylist Rapha Mendonça indicou os looks mais polêmicos (e arriscados!) das semanas de moda de Nova York, Londres, Milão e Paris. Veja e dê a sua opinião: você concorda com o stylist?

Juliana Cazarine Publicado em 12/03/2013, às 15h30 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Segundo Rapha Mendonça, Zac Posen, Clements Ribeiro, Versace e Saint Laurent foram os mais polêmicos da temporada - Foto-montagem
Segundo Rapha Mendonça, Zac Posen, Clements Ribeiro, Versace e Saint Laurent foram os mais polêmicos da temporada - Foto-montagem

A temporada de moda outono-inverno terminou com a Semana de Moda de Paris. Ombros estruturados, terninhos modernos, mix de estampas foram lançados como tendência para as próximas estações. Mas nem só de tendências - e looks unânimes - vivem as passarelas. Conversamos com o stylist Rapha Mendonça que apontou os destaques negativos de cada semana de moda. Confira!

Nova York: Zac Posen

“O desfile do Zac Posen tinha roupas de ‘senhora’”, segundo Rapha Mendonça. O mix de texturas, a meia-calça usada para completar os looks, a modelagem das peças e as estampas decepcionaram o stylist. “Os looks ficaram pesados e confusos”, avalia.

Londres: Clements Ribeiro

As estampas dominaram as passarelas de Londres no desfile de Clements Ribeiro, comandada pela dupla Suzanne Clements e Inácio Ribeiro. Mas foi justamente a escolha das padronagens dos tecidos que não agradou o stylist. “O mix de estampas não favoreceu. Tinha onça e estampa oriental”, diz. “Parece que compraram um monte de tecido e misturaram tudo”, comenta Rapha.

Milão: Versace

Para Rapha Mendonça, a coleção “Vunck” - uma mistura de Versace e punk - de Donatella Versace não agradou. “A mistura de xadrez, amarelo e vinis ficou feia e faltou sofisticação às peças”, diz. Donatella propôs uma releitura da moda punk resgatando elementos da moda punk, como spikes, casacos xadrez, vinil e animal prints. 

Paris: Saint Laurent

“Odiei o desfile da Saint Laurent...Ficou com cara de galeria do rock”, diz Rapha. A coleção de inverno preparada por Hedi Slimane, o diretor criativo da Saint Laurent, resgata aspectos do movimento grunge como o xadrez e coturnos. Para a crítica especializada, faltou sofisticação. “Minisaias de couro não têm o glamour que a marca exige. Ele deveria ter seguido as tradições da casa”, avalia o stylist. A jornalista e crítica de moda Booth Moore, do Los Angeles Times, postou em seu Twitter: “Estou assistindo Saint Laurent ou TopShop?". Em seu coluna no jornal, Beth explicou que a coleção não é diferente do que as marcas fast fashion oferecem e por um preço menor.


Confira a nossa galeria e dê a sua opinião. Você concorda com o Rapha Mendonça?