perfil Cantora

Elza Soares

23 de junho de 1930

Publicado quinta 26 setembro, 2019

23 de junho de 1930
Elza Soares - Globo/ Ramon Vasconcellos

Elza Soares, Cantora, data de nascimento 23 de junho de 1930

Elza Gomes da Conceição, mais conhecida como Elza Soares é uma cantora e compositora carioca. No ano de 1999 foi eleita a cantora brasileira do milênio pela Rádio BBC de Londres. Além de aparecer na lista das 100 maiores vozes da música brasileira pela revista Rolling Stone Brasil. 

Nascida no Rio de Janeiro, Elza passou por uma infância e adolescência muito difícil. Aos onze anos foi obrigada a abandonar os estudos para se casar com Lourdes Antônio Soares, um amigo de seu pai, que tinha se interessado por ela. Neste matrimônio ela sofreu muito devido a violência doméstica e sexual. E aos doze anos deu à luz ao seu primeiro filho. 

Com quinze anos passou por outro trauma, seu segundo filho faleceu de fome. Quando o marido contraiu tuberculose, começou a trabalhar como encaixotadora e conferente em uma fábrica de sabão. Com a recuperação dele, ela foi proibida de trabalhar novamente, então voltou a ser dona de casa. Aos dezoito, oficializou seu matrimônio, começando a assinar como Elza da Conceição Soares. Porém aos vinte e um ficou viúva pois seu marido teve uma nova tuberculose.  

Mantendo o sonho de ser cantora desde a infância, já tinha algumas composições feitas. Aos 21 anos, tinha seis filhos para cuidar e era viúva. Com isso começou a trabalhar como faxineira para sustentá-los, e ainda necessitava comprar remédios para o seu filho recém nascido. 

Em 1953 se inscreveu no concurso de música do programa da Ary Barroso, na Rádio Tupi. Foi nele que fez sua primeira apresentação ao vivo no auditório da emissora. Ganhou um pouco de dinheiro por conta da apresentação, e o utilizou para comprar os remédios, porém, mesmo assim, o filha faleceu. 

Foi em 1960 que conseguiu realizar o sonho e trabalhar somente como cantora, quando ganhou um concurso de uma rádio e, assim virando a cantora semanal deles. Com o passar do tempo, acabou sendo chamada para a TV, e nesta mesma época fez uma turnê internacional. Um ano antes sua filha, Dilma foi sequestrada pelo casal que cuidava dela quando tinha um ano de idade. As duas só foram se encontrar depois de muito tempo, e aos poucos se aceitaram como mãe e filha. 

Em 1962 Elza conheceu Garrincha, e iniciaram um romance enquanto ele ainda era casado. Cansada das falsas promessas do jogador, decidiu abandoná-lo. Meses depois ele foi procurá-la, afirmando que que saiu de casa e não estava mais com a mulher.

Assim, começaram a namorar porém sem revelar para a mídia. Somente em 1966 anunciaram o casamento, que foi motivo de revolta dos fãs e da imprensa, que acusaram Elza de ter acabado com o casamento dele. Para fugirem do assédio da imprensa foram para São Paulo. 

No dia 13 de abril de 1969, depois de um passeio para o Rio, o carro onde estava ela, o marido, a mãe e a filha capotou na Rodovia Presidente Dutra, devido a Garrincha que estava alcoolizado. A mãe da cantora foi arremessada para fora do veículo e morreu na hora. Depois disso o casamento ficou abalado, e ela voltou para o Rio com os filhos e ele ficou em São Paulo. 

Após uns meses separados, Garrincha voltou para o Rio de Janeiro. Ele comprou uma mansão e o casal voltou a morar juntos. No fim do ano, a ditadura militar metralhou a mansão do casal, pois estavam querendo prender artistas, devido a censura imposta na época. Muito abalados e com medo de um novo ataque, se auto exilaram na Itália. Elza, seus filhos e Garrincha moraram em Roma por seis anos.

Ela voltou grávida para o Brasil no fim de 1975. No ano seguinte nasceu o único filho do casal: Manoel. Em 1982 se separaram por conta de constantes agressões físicas, ciúmes doentio, traições e humilhações. No ano seguinte Garrincha faleceu de cirrose hepática. Ela manteve outros relacionamentos após o divórcio, mas não quis casar-se novamente

No dia 11 de janeiro de 1986, passou por outra grande perda. Seu filho, Garrinchinha, faleceu aos nove anos de idade, em um acidente de carro. Desesperada a cantora entrou em depressão e tentou suicídio, passando a tomar antidepressivos. Com isso resolveu morar em outros países, voltando para o Brasil quatro anos depois. Em 2015, Elza perdeu seu quarto filho, Gilson, de 59 anos de idade, vítima de complicações de uma infecção urinária.

Após uma queda durante um show, passou a se locomover com muita dificuldade. Em 2014, precisando operar a coluna vertebral por conta deste acidente, e atualmente só pode se apresentar sentada.

Com mais de 60 anos de carreira, a cantora coleciona 36 álbuns, sendo o último Deus é Mulher, lançado em 2018. Além de seis coletâneas. 
 

Último acesso: 20 Jun 2021 - 06:54:08 (330239).

TV CARAS