Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Noivas / Anuário 2009

VENCEDORES DO 37º FESTIVAL DE CINEMA DE GRAMADO

A CONSAGRAÇÃO DO DOCUMENTÁRIO CORUMBIARA NO ENCERRAMENTO

Redação Publicado em 18/08/2009, às 17h18 - Atualizado em 19/08/2009, às 16h28

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A noite da entrega dos kikitos, a mais aguardada do 37o Festival de Cinema de Gramado, consagrou o documentário Corumbiara, de Vincent Carelli (56) - na foto, sentado, de calça branca -, vencedor nas categorias Filme, Direção e Montagem. O longa, que retrata um massacre indígena ocorrido há 24 anos em Rondônia, também foi eleito Melhor Filme pelo júri popular e pelos estudantes de cinema. "Com tantos prêmios, esse festival me mata do coração. É um filme político, um alerta para uma questão muito séria. Fico feliz que tenha começado sua carreira tão bem aqui em Gramado", afirmou o diretor, no Palácio dos Festivais. Em Teu Nome, produção do gaúcho Paulo Nascimento (45), que dividiu o troféu de Direção com Vincent, ganhou ainda o Prêmio Especial do Júri, além de Trilha Musical, de André Trento e Renato Müller, e Ator, para Leonardo Machado (33). "Cresci participando desse evento, comecei como assistente de direção em curtas. E quero dizer a minha filha, Alice, que nós sempre nos deliciamos com kikitos de chocolate. Mas esse, agora, não vai dar para comer", brincou Paulo. Entre os brasileiros, destaque ainda para Vivianne Pasmanter (38), que levou a estatueta de Melhor Atriz, por sua atuação em Quase Um Tango..., do diretor Sérgio Silva (63), laureado ainda com Melhor Roteiro. Na disputa entre os estrangeiros, La Teta Asustada, produção peruano-espanhola de Claudia Llosa (32), vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim desse ano, brilhou nas categorias Diretor, Atriz e Filme, pelos júris oficial e dos estudantes de cinema. Os trabalhos consagrados entre os curtas-metragem foram Teresa, Filme, Direção e Montagem, e Josué e o Pé de Macaxeira, Melhor Direção de Arte, Trilha Musical e Filme, pelo júri popular.