Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Os estilistas Lucas Anderi e Elisa Lima dão dicas para as noivas que desejam usar o modelo curto na frente e longo atrás

O vestido mullet é perfeito para as noivas mais modernas e, seguindo algumas recomendações, certamente será um sucesso

Redação Publicado em 03/12/2012, às 18h17 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Dois modelos de vestido mullet da Pronovias - Marcio Madeira
Dois modelos de vestido mullet da Pronovias - Marcio Madeira

Os vestidos mullet – aqueles mais curtos na frente e compridos atrás – estão na moda. Mas será que eles também ficam bem para noivas? Se você é uma noiva mais descolada e curte coisas modernas, a resposta é sim! “Tem que quer inovar para se encaixar nesse modelo”, diz a estilista Elisa Lima, da Trinitá.

Mas além da personalidade do casal, o tipo de cerimônia e o local também podem favorecer – ou não – o modelo mullet. “Ele combina mais com casamentos na praia, no campo, em ambientes menos tradicionais”, diz Elisa. Para o estilista Lucas Anderi, isso acontece porque o que chama mesmo atenção não é cauda longa e glamourosa, mas sim a frente curta despojada.

Como o modelo “divide” a pessoa, ele fica melhor em mulheres mais esguias, mas não necessariamente mais magras. “Como o joelho aparece, e a parte de trás fica escondida, o importante é que as formas das pernas sejam bonitas”, diz Anderi. Mas se pra ele a combinação perfeita é com um peep toe de salto alto, para Elisa a rasteirinha tem mais a ver com a brincadeira do que o saltão. A unanimidade, então, fica por conta dos tecidos. Como o caimento é muito importante, tecidos mais fluidos são mais indicados. “Esse modelo pode ser feito de organza de seda, tule ou renda”, diz Anderi. “Isso porque é fundamental ter leveza e movimento”, explica.

E para quem quer uma transformação, a dica são as saias ou aventais que podem ser tirados. Assim, a noiva usa um modelo longo num primeiro momento e depois se esbalda na festa com uma opção mais leve, confortável e fresca. “Pedidos como esse são cada vez mais comuns”, revela Elisa. “E a solução pode ser uma saia em camadas”, completa. São vestidos dois ou até três em um que podem incluir ainda uma versão mullet. “Fiz um vestido que era um tubinho curto por baixo, um mullet de tule e um avental inteiro tipo princesa”, conta Anderi.

Fato é que hoje as noivas têm diversas opções e muito mais liberdade! Se antes o vestido de casamento era um sonho, agora podem ser vários. Dos mais tradicionais e clássicos às últimas tendências e modismos. Noivas princesas ou fashionistas, todas têm seus modelos ideiais. 

Por Camila Carvas