Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Designers ensinam a escolher a aliança de casamento

Beleza e estética influenciam a escolha do par de alianças tanto quanto a personalidade e o estilo dos noivos. Confira as tendências e as dicas de especialistas

Redação Publicado em 16/11/2012, às 15h09 - Atualizado em 22/02/2013, às 12h59

O design da aliança deve ser bonito e adequado ao estilo de vida do casal - Divulgação
O design da aliança deve ser bonito e adequado ao estilo de vida do casal - Divulgação

Beleza é um pré-requisito básico para um casal escolher um par de alianças. Afinal, o anel não deixa de ser um acessório de moda e, como símbolo da união, vai acompanhar os donos por muitos anos. Mas a escolha vai muito além do design. “A aliança deve ter um desenho que tenha a ver com o casal em todos os aspectos, com a forma de se vestir e de ver a vida”, diz Rodrigo Robson, designer de joias da Vivara. Portanto, personalidade, estilo de vida e até mesmo a idade dos noivos também influenciam a decisão. Confira dicas de especialistas e saiba como escolher a aliança perfeita.

Como escolher a aliança de noivado?

Existe um método infalível para ouvir “sim” como resposta ao pedido de casamento: “não há mulher que não morra de amores por um diamante. Para não errar, ofereça um anel com um diamante solitário”, afirma Mellina Machado, designer de joias. O solitário é um clássico, mas, depois do casamento de Kate Middleton com o príncipe William, a aliança com uma pedra central colorida rodeada por diamantes tornou-se objeto de desejo. “O casamento real trouxe de volta as alianças com pedras coloridas”, diz Laura Spiniella, designer de joias da LaSpiniella.

Como escolher a aliança de casamento?

“O casal deve tomar a decisão juntos”, aconselha Rosana Chinche, designer de joias. A aliança não é apenas um elo simbólico de ligação entre o casal, é um acessório que vai acompanhar homem e mulher em todo o tipo de ocasião. Portanto, deve ter a personalidade dos noivos. “A aliança de ouro amarelo é tradicional. Os casais mais modernos preferem alianças de ouro branco ou ainda peças que têm mistura de ouros”, diz a designer. Além da beleza, o estilo de vida também é determinante para a escolha do anel. “Um médico ou dentista, por exemplo, deve ter uma aliança mais ‘leve’ para não atrapalhar a rotina da profissão”, exemplifica Mellina Machado.

Personalização e tendências

Criatividade é a palavra-chave para o casal que deseja ter uma peça exclusiva. “As alianças atuais ganharam novos contornos, pedras e temas porque os noivos procuram se diferenciar usando uma aliança que exponha seu estilo”, diz Rodrigo Robson, da Vivara. Detalhes que pertencem somente aos noivos, como uma frase, por exemplo, podem agregar muito valor à peça. Aplicar uma pedrinha na aliança também é uma maneira simples e delicada de dar um toque pessoal. “Tanto o homem como a mulher pode aplicar pedra brilhante ou fosca no anel. A noiva pode usar branca ou colorida e o homem, preta”, diz Laura Spiniella.


Existe um modelo certo para cada idade?

Se a aliança é uma joia que deve combinar com a personalidade e com o estilo de quem está usando, logo, deve estar adequada à idade também. “Noivas jovens preferem alianças largas de ouro amarelo com brilhantes ou de ouro branco fosco. Já as mais velhas preferem anéis finos e delicados de ouro amarelo liso ou fosco ou de ouro amarelo com brilhantes”, afirma Rosana Chinche.

Com quanto tempo de antecedência devo comprar a aliança?

O ideal é escolher com dois meses de antecedência. “Se a peça for feita com exclusividade, o casal precisa ter tempo para conversar com o designer e explicar exatamente o que deseja”, diz Mellina. “E mesmo que a aliança seja comprada pronta, os noivos devem visitar várias lojas e experimentar diferentes modelos”, sugere. Para Rodrigo Robson, a antecedência também evita imprevistos. “Com tempo, qualquer problema pode ser sanado sem grandes complicações”, diz.

Por Juliana Cazarine