Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Consultores ensinam a escolher os fornecedores para a sua festa

Veja dicas para contratar os serviços da sua festa e evitar surpresas desagradáveis no dia da comemoração

Juliana Cazarine Publicado em 14/02/2014, às 16h35 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Da escolha do espaço até os mínimos detalhes da decoração, busque referências para não cair em ciladas - Shutterstock
Da escolha do espaço até os mínimos detalhes da decoração, busque referências para não cair em ciladas - Shutterstock

O espaço da festa, a decoração, os trajes e o bufê foram escolhidos com um ano e meio de antecedência. Mesmo assim, no dia do casamento, a pedagoga Patrícia da Cunha de Sena teve uma surpresa desagradável com um dos serviços contratados. “O bufê não estava servindo todos as mesas, tinha uma fila enorme de convidados tentando se servir, o que não deveria acontecer já que combinamos dois pontos para servir o jantar, e o pior é que nem todos os itens combinados para o cardápio foram feitos”, conta. Com o setor de casamentos aquecido, opções de fornecedores não faltam. Portanto, antes de contratar um serviço, tenha certeza de que a empresa é confiável e vai cumprir o combinado. “Com precaução evitamos surpresas desagradáveis”, diz Cristina Nudelman, consultora de casamentos. Confira as dicas de Cristina e da cerimonialista Rita Lima para acertar na escolha.

1. Faça escolhas dentro do orçamento: Estabeleça um valor total para os gastos com o casamento e procure não ultrapassar o limite previsto. “Encontre fornecedores que ofereçam preços compatíveis com o dinheiro disponível”, afirma Cristina Nudelman, que é dona do blog Mother of the Bride. Para conseguir se manter dentro do orçamento, tenha mais de uma opção para cada serviço. “O ideal é conversar com três fornecedores - mais que isso pode gerar confusão - e comparar preços, serviços propostos e, principalmente, o trabalho de cada um”, avalia Rita Lima, cerimonialista. 

2. Busque referências do profissional: É importante conhecer o serviço e o profissional que está contratando. “Se a indicação partiu de alguém de confiança que já contratou o serviço, o risco de acontecer algum imprevisto é menor. Tente conversar com outros clientes da empresa que já a usaram”, afirma Rita. Caso contrário, busque referências. “É importante pesquisar se o fornecedor tem algum registro de reclamação no Procon”, diz Cristina. A internet também pode ser uma aliada na busca por informações. Pesquise e conheça a empresa antes de contratar.

3. Atenção com o contrato: O contrato é um item de extrema importância para a relação entre fornecedor e cliente. “É comum no meio de eventos sociais empresas que não fazem contrato. Mas o cliente pode e deve exigir um”, aconselha Rita. O documento precisa conter tudo o que foi combinado. “As cláusulas precisam ser claras e conter os serviços combinados. Assim, se algo der errado, o casal tem o respaldo do contrato”, sugere Cristina.

4. O prestador dos serviços: Certifique-se de que o profissional com quem você contratou o serviço irá pessoalmente ao local da sua festa desempenhar o serviço. “Caso não seja ele a fazer isso, uma equipe de confiança irá, mas o casal deve ser avisado”, aconselha Cristina. Além disso, procure saber como funciona a dinâmica de trabalho da empresa. No caso de bufê, prove os quitutes. Se for um fotógrafo, veja os trabalhos dele. 

5. Indique suas preferências: Para que o resultado seja o esperado, o casal deve deixar claro qual é o seu desejo. “Os noivos precisam levar referências aos fornecedores. Ao fotógrafo, um estilo de fotografia preferido. Ao bufê, um estilo de culinária, por exemplo”, sugere Cristina. Afinal, cada profissional tem seu estilo próprio de trabalho, com o qual o casal deve se identificar. “Por mais que os fornecedores sejam versáteis, cada um têm seu estilo, principalmente decorador. Quando há identificação, o trabalho rende mais”, diz Rita Lima.